Basquetebol: As reações dos treinadores após o Benfica-PAOK

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Basquetebol: As reações dos treinadores após o Benfica-PAOK
Benfica entrou com o pé direito na Liga dos Campeões
Benfica entrou com o pé direito na Liga dos Campeões
Federação Portuguesa de Basquetebol
O Benfica entrou esta quarta-feira com o pé direito na Liga dos Campeões de basquetebol ao vencer, em casa, os gregos do PAOK, por 94-72, em jogo da segunda jornada do Grupo G da prova.

- Norberto Alves (treinador do Benfica):

“Começámos bem o jogo, fizemos um bom esforço na defesa. A equipa mostrou muita qualidade na pressão ofensiva e defensiva. Controlámos bem os ressaltos. Na segunda parte, partilhámos bem a bola e fizemos um bom jogo."

"Ganhar é sempre importante. Se repararmos, nos últimos dois anos, a nossa equipa teve momentos menos bons. Tínhamos como objetivos ganhar a Supertaça, que ganhámos, apurar-nos para a Liga dos Campeões, já conseguimos, depois ganhar a Taça da Liga, a Taça de Portugal e ser campeões nacionais. Estes três últimos continuam intactos."

"Quando perdemos um jogo, nunca nos perdemos. Quem nos ganhou, ganhou sempre com mérito."

"Estes jogos dizem-nos que temos de estar no topo. Qualquer mau momento, como no final da primeira parte, paga-se logo o erro. Este grupo é mais forte do que no ano passado. Não sei se nos menosprezam, mas nós vamos dar o nosso máximo para ganhar jogos."

"Conseguimos dar este primeiro passo. Vamos manter a serenidade. Temos muitas coisas a melhorar”.

Recorde as incidências da partida

- Fotis Takianos (treinador do PAOK):

“O jogo foi duro para nós, tendo em contas as circunstâncias em que viemos para cá, com vários jogadores lesionados. Tentámos jogar bem, de forma concentrada, mas depois de um bom início não conseguimos superiorizar-nos ao nosso oponente."

"Na segunda parte, depois de ter alertado no balneário para alguns erros que estávamos a cometer, tomámos más decisões."

"Não fomos capazes de parar a força do Benfica. A vitória era crucial para a nossa participação no grupo."

"Temos agora o jogo da segunda volta. Vai ser novamente um jogo difícil, mas vamos dar o nosso máximo”.