NBA: LeBron aprova o espetáculo do In-Season Tournament e lamenta tiroteio em Las Vegas

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
NBA: LeBron aprova o espetáculo do In-Season Tournament e lamenta tiroteio em Las Vegas
Lebron James
Lebron James
Getty Images via AFP
"Funciona!". LeBron James deu o seu aval à primeira Taça da NBA (In-Season Tournament), que culminará com as finais que começam esta noite (22:00), em Las Vegas, uma cidade de luto pelo tiroteio que matou pelo menos três pessoas num campus universitário na quarta-feira

Desde o início da época, a NBA tem-se esforçado por promover a sua nova competição e, em especial, as meias-finais e as finais, que se jogarão quinta-feira e sábado na capital do pecado, sem suspeitar que a estreia teria uma sombra bem negra.

Ao meio-dia de quarta-feira, um homem armado matou três pessoas antes de ser abatido pela polícia no campus da Universidade de Nevada Las Vegas (UNLV), a apenas três quilómetros do T-Mobile Court, onde as equipas que disputam o título já estavam instaladas.

LeBron James, líder dos Los Angeles Lakers e uma das vozes mais respeitadas do desporto norte-americano, enviou as suas condolências "às famílias que perderam entes queridos", antes de voltar a apelar a um maior controlo das armas no país.

"A capacidade de obter uma arma, de fazer estas coisas vezes sem conta, e não ter havido qualquer mudança, é literalmente ridícula (...) Não faz sentido que continuemos a perder vidas inocentes em campus, escolas, mercados, cinemas.... Atualmente, é mais fácil ter uma arma. É estúpido", gritou King James, que continua em grande forma aos 39 anos.

"Génio"

Num país tristemente familiarizado com este tipo de violência, com mais de 600 tiroteios em massa até agora este ano, de acordo com os números do Gun Violence Archive, os preparativos para a Taça NBA continuaram no coração da icónica avenida Strip e dos seus famosos casinos.

Esta quinta-feira, os Milwaukee Bucks, de Giannis Antetokounmpo, defrontam os Indiana Pacers, às 22:00, enquanto, os Lakers defrontam os New Orleans Pelicans, às 02:00, nas meias-finais de um torneio que a NBA tem vindo a planear há anos para dar mais emoção e competição aos primeiros meses da época.

Apesar das reservas iniciais quanto a uma possível falta de envolvimento dos jogadores, a aposta da NBA compensou, de acordo com os organizadores, que estão satisfeitos com as audiências e a intensidade dos jogos dos quartos de final no início desta semana, que fizeram lembrar os playoffs.

"Está a funcionar! Adam Silver (comissário da NBA) é um génio, é simples", reconheceu James.

"É ótimo. É verdade que, nesta altura do ano, costumamos estar um pouco sonolentos a ver jogos da época regular", concordou o seu treinador, Darvin Ham.

"Intensidade"

" um nível de intensidade e interesse muito maior do que o que costumamos ver em dezembro", disse Damian Lillard, o grande parceiro de Antetokounmpo em Milwaukee, juntado-se aos elogios.

"Muitas equipas podem estar a morder os dedos por não levarem esta oportunidade suficientemente a sério. É uma espécie de pausa na época, mas não é uma paragem. E o bónus de vitória (500.000 dólares por cada jogador da equipa vencedora) pode ser muito importante para os nossos jovens colegas de equipa", considerou.

Para além de se ocupar de todos os pormenores, a NBA também introduziu várias inovações no torneio, como os desenhos dos campos que, em Las Vegas, serão azuis com uma larga faixa vermelha que se estende de cesto a cesto, como o tapete das estrelas de cinema, e o logótipo do troféu no centro.

"É como um palco, tem um aspeto fantástico", disse Zion Williamson, a jovem estrela dos Pelicans.

Há dias que as redes de televisão e as redes sociais também têm vindo a exibir anúncios que prestam homenagem aos grandes filmes de casino, com o rosto do ator Michael Imperioli, o jovem mafioso atormentado Chris Moltisanti da série de sucesso Os Sopranos.

Para além de concertos e espectáculos à volta do campo, a NBA espera receber celebridades nos jogos que serão entrevistadas à chegada num túnel decorado como um festival de cinema.