Antigo internacional alemão defende Roger Schmidt no Bayern

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Antigo internacional alemão defende Roger Schmidt no Bayern

Roger Schmidt no comando técnico do Benfica
Roger Schmidt no comando técnico do BenficaLUSA
Num programa de comentário da Sport1, Thomas Strunz, antigo internacional alemão, defendeu a aposta do gigante bávaro no atual treinador do Benfica.

O Bayern atravessa uma crise que poucos imaginavam no início da época. Dominador do futebol alemão, o gigante bávaro está perto de carimbar a primeira época sem títulos em 12 anos, sendo que a hipótese mais provável que tem de festejar é a Liga dos Campeões (mede forças com o Arsenal nos quartos de final da Liga dos Campeões).

Num programa de análise sobre a atualidade do Bayern, Thomas Strunz que esteve nove épocas na Baviera, defendeu a aposta em Roger Schmidt.

É preciso um técnico experiente, que já tenha trabalhado com grandes jogadores, conheça a Liga dos Campeões e saiba falar alemão. Acho que a linguagem é importante neste período de transição. Juntando tudo isso, vejo o Roger Schmidt. Foi bem-sucedido em diferentes países, quebrou o domínio do FC Porto em Portugal e é capaz para fazer o trabalho”, explicou Strunz, de 57 anos.

Recorde-se que Roger Schmidt tem contrato com o Benfica até 2026 e não é a primeira vez que foi associado ao Bayern. O emblema bávaro encontra-se à procura de um novo treinador para a próxima época, depois de ter confirmado a saída de Thomas Tuchel.

Na segunda temporada no Benfica, Roger Schmidt conquistou o campeonato na primeira época ao serviço das águias. Foi campeão ainda em Áustria (Salzburgo), e venceu taças nos Países Baixos (PSV) e China (Beijing Guoan).