Gennaro Gattuso perto de deixar o comando técnico do Marselha

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Gennaro Gattuso perto de deixar o comando técnico do Marselha
Gennaro Gattuso durante o jogo contra o Brest.
Gennaro Gattuso durante o jogo contra o Brest.
AFP
Após a derrota em Brest, Gennaro Gattuso compareceu à conferência de imprensa com um ar desanimado. O treinador usou palavras fortes, mas não anunciou a sua saída... que poderá ser oficializada nas próximas horas, de acordo com o Foot Mercato, três dias antes da segunda mão do play-off da Liga Europa contra o Shakhtar.

Na conferência de imprensa, Gennaro Gattuso mostrou-se muito abalado: "Peço desculpa aos adeptos", "esta equipa não tem alma", "atingimos o fundo do poço", foram as suas palavras mais marcantes após a derrota sofrida em Brest (1-0), com os Piratas a jogarem com 10 homens durante mais de meia hora, antes de marcarem o golo aos 90 minutos.

Menos de 24 horas depois, o Foot Mercato noticiou que o italiano estava prestes a "deitar a toalha ao chão" no Olympique de Marselha, cinco meses após a sua chegada.

Para além de uma vitória na Taça de França sobre o Thionville, do terceiro escalão, o Marselha não ganhou um único jogo em 2024. Com jogadores ausentes na Taça das Nações Africanas, lesionados e suspensos, o treinador não trabalha com um plantel completo há várias semanas.

No entanto, Gattuso nunca encontrou soluções táticas a longo prazo, jogando alguns jogos numa formação 3-5-2 e recusando jogar numa formação 4-4-2 a favor do seu favorito 4-3-3, que tem sido totalmente ineficaz.

O momento do Marselha
Flashscore

O técnico italiano chegou a Marselha com o objetivo de trazer força e vontade, mas o seu estado psicológico afundou-se e a sua permanência nos Bleu et Blanc não podia durar mais tempo, nem para ele nem para o clube.

Pancho Abardonado estará no banco contra o Shakhtar? Essa é a pergunta que está na boca de todos neste momento. No entanto, de acordo com o Foot Mercato, o perfil do próximo treinador já está a ser estudado internamente.