Italiano sorri mas lamenta a arbitragem: "Decisões duvidosas, não é a primeira vez"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Italiano sorri mas lamenta a arbitragem: "Decisões duvidosas, não é a primeira vez"
Vincenzo Italiano, treinador da Fiorentina
Vincenzo Italiano, treinador da Fiorentina
Profimedia
O treinador da Fiorentina, Vincenzo Italiano, mostrou-se satisfeito com a vitória da equipa, por 2-1, diante do Genk, no Grupo F da Liga Conferência, sobretudo com a segunda parte: "Estou muito satisfeito com a segunda parte, com a forma como os rapazes se apresentaram em campo".

Recorde as incidências da partida

Vincenzo Italiano podia sorrir no final do jogo contra o Genk, com a Fiorentina a precisar de apenas um ponto na última jornada para marcar presença nos oitavos de final. 

"Estou muito feliz pela segunda parte, pela forma como os rapazes apareceram em campo na segunda parte.  Os que entraram estiveram bem e estou satisfeito com isso. A reação e o regresso foram bons. Hoje foi importante, é um grande resultado", afirmou o treinador da Fiorentina, que não deixou de lamentar a atuação do árbitro.

"Temos de ter cuidado e trazer qualidade. Houve avaliações duvidosas do árbitro e já não é a primeira vez. Mas hoje estivemos bem, parabéns aos rapazes. Defrontámos uma equipa que joga e recomeça rápido, estou muito contente", sublinhou Vincenzo Italiano, que estreou Mina na defesa, como titular.

"Mina mereceu a oportunidade e não queríamos mudar quase todo o departamento. Agradeço a Parisi que se adaptou e depois a Kayo na baliza. A estratégia era pô-lo a correr", explicou o treinador.

"Na Hungria será uma batalha"

A saída de Beltrán do banco foi uma surpresa.

"Toda a gente sabe que quem não joga, assume o lugar", disse Italiano.

"No pré-jogo dei o exemplo de Immobile, que entra e marca dois golos para passar a Lazio. Se entendermos isso, podemos ter grandes ganhos", acrescentou.

Agora, um empate na Hungria no último jogo será suficiente para a Fiorentina seguir em frente.

"Tanto nós como o Ferencvaros temos de tentar ganhar o jogo, o que nos permitiria não jogar a ronda do play-off. Será uma batalha e um verdadeiro jogo, temos dois resultados em três e não podemos perder. Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance", finalizou Vincenzo Italiano.