Onze ideal da 5.ª jornada da Liga dos Campeões: Três portugueses entre os melhores

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Onze ideal da 5.ª jornada da Liga dos Campeões: Três portugueses entre os melhores

João Cancelo foi estrela no Barcelona
João Cancelo foi estrela no BarcelonaFlashscore, Barcelona
A quinta jornada da Liga dos Campeões 2023/24 chegou ao fim. Chegou a altura de selecionar os onze jogadores que nos encantaram particularmente nas duas últimas noites. As nossas escolhas baseiam-se no sistema de classificação interno, que tem em conta várias estatísticas individuais dos jogos - como golos, remates à baliza, passes bem sucedidos e desarmes ganhos.
Os melhores jogadores da quinta jornada da Liga dos Campeões
Os melhores jogadores da quinta jornada da Liga dos CampeõesFlashscore

Guarda-redes:

Alexander Schlager - Salzburgo

O Salzburg empatou sem golos com a Real Sociedad em San Sebastian. Com isso, os austríacos mantiveram vivas as hipóteses de conquistar o terceiro lugar e uma vaga na Liga Europa. Alexander Schlager brilhou com um total de sete defesas.

Defesas:

João Cancelo - Barcelona

O Barcelona teve dificuldades no jogo em casa contra o FC Porto e chegou mesmo a estar em desvantagem à passagem da meia-hora. Apenas dois minutos depois, João Cancelo empatou após um drible maravilhoso. O seu homónimo João Félix acabou por marcar o golo da vitória aos 57 minutos, depois de uma jogada individual com Cancelo.

A dupla de sonho portuguesa, Cancelo e Félix.
A dupla de sonho portuguesa, Cancelo e Félix.AFP

Mats Hummels - Borussia Dortmund

Aos 34 anos, Mats Hummels já não tem a mesma velocidade dos seus tempos de glória, mas o veterano compensa com uma excelente antecipação e um posicionamento inteligente. Hummels venceu 13 duelos na vitória por 3-1 sobre o AC Milan, que garantiu ao Dortmund uma vaga nos oitavos de final. Um novo recorde na atual temporada da Liga dos Campeões

Mykola Matviienko - Shakhtar Donetsk

O Shakhtar Donetsk ainda tem esperanças de avançar após a vitória por -0 sobre o Antuérpia. Na sequência de um livre cobrado aos 11 minutos, Mykola Matviienko cabeceou a bola para a baliza e fez o golo da vitória. O quarto golo de cabeça do Donetsk na fase de grupos de 2023/24

Antonio Rüdiger - Real Madrid

Antonio Rüdiger já tinha sido nomeado para o melhor onze Liga dos Campeões na 1ª jornada. O jogador de 30 anos brilhou na vitória do Real Madrid sobre o Nápoles por 4-2, com uma assistência e uma eficácia de passe de 89%.

Médios:

Bruno Fernandes - Manchester United

O Manchester United corre o risco de ser eliminado da fase de grupos, mas a culpa não é de Bruno Fernandes. O português assistiu no primeiro golo dos Red Devils no empate a 3-3 com o Galatasaray e ainda marcou ele próprio um belo golo de longa distância aos 18 minutos. O médio carrega quase todo o fardo no United. Uma lesão grave no ombro é provavelmente inevitável. O trocadilho é intencional.

Apesar do golo, Bruno Fernandes não conseguiu a vitória
Apesar do golo, Bruno Fernandes não conseguiu a vitóriaProfimedia

Hakim Ziyech - Galatasaray

O Galatasaray conseguiu uma reviravolta espetacular contra o United. Os turcos estiveram várias vezes em desvantagem, mas no final o resultado foi 3-3, graças a alguns erros do guarda-redes do United, André Onana, mas também graças a Hakim Ziyech. O marroquino fez a sua melhor partida até agora pelo Gala, marcando dois golos e um  passe perfeito para Aktürkoglu marcar o 3-3.

Jude Bellingham - Real Madrid

Jude Bellingham é e continua a ser um fenómeno. O jovem de 20 anos marcou o seu 15.º golo no 16.º jogo oficial pelo Real Madrid na vitória por 4-2 sobre o Nápoles.

Phil Foden - Manchester City

O Manchester City teve dificuldades no jogo em casa contra o RB Leipzig, quando perdia por 0-2 no intervalo. Seguiu-se uma reviravolta memorável, na qual Phil Foden também desempenhou o seu papel. O inglês mostrou todas as suas capacidades com o importante golo para fazer o 2-2. Posse de bola perfeita, um movimento curto do corpo, uma finalização sensível.

João Mário - Benfica

O Benfica quase conseguiu a sua primeira vitória da atual temporada da Liga dos Campeões em casa contra o Inter, finalista do ano passado. João Mário estava muito motivado contra o seu antigo clube e marcou um hat-trick perfeito na primeira parte. No entanto, o Benfica desperdiçou a vantagem de 3-0 e o jogo terminou com um empate a 3-3.

João Mário somou um hat-trick
João Mário somou um hat-trickProfimedia

Avançados:

Gabriel Jesus - Arsenal

O Arsenal não teve piedade na vitória por 6-0 sobre o Lens. Gabriel Jesus pôs fim à sua seca de golos na vitória esmagadora dos Gunners, marcando o seu primeiro golo em mais de um mês.

Gabriel Jesus pôs fim ao seu sofrimento pessoal.
Gabriel Jesus pôs fim ao seu sofrimento pessoal.AFP