Mica Pinto emocionado após a derrota do Vitesse na Taça: "Não somos dignos desta camisola"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mica Pinto emocionado após a derrota do Vitesse na Taça: "Não somos dignos desta camisola"
Mica Pinto em duelo com o jogador do Cambuur, Fedde de Jong
Mica Pinto em duelo com o jogador do Cambuur, Fedde de Jong
Profimedia
O capitão do Vitesse, Mica Pinto, reagiu com emoção após a derrota da sua equipa no encontro da Taça com o SC Cambuur. Um misto de raiva e tristeza tomou conta do luxemburguês formado no Sporting. Os Arnheimers perderam o jogo dos quartos de final por 3-1.

"Não jogamos o suficiente", disse Pinto à câmara da ESPN: "O Cambuur ganhou mais duelos e mostrou mais empenho e isso não é digno do Vitesse. E estou a falar de todos, incluindo eu próprio. Se queremos sair desta situação, temos de dar mais. Posso inventar mil desculpas, mas só quero dizer 'desculpa' aos nossos adeptos que viajaram".

"Hoje não fomos dignos de vestir a camisola do Vitesse. Estou profundamente envergonhado, isto não é aceitável". Questionado sobre o que mais o Vitesse poderia ter feito, Pinto respondeu: "Se não o podem fazer em termos de futebol, pelo menos ganhem os vossos duelos. Há muito tempo que isso não acontece e acho que é incrivelmente dececionante. Não é por causa da qualidade, porque a temos. Podíamos ter chegado às meias-finais, mas perdemos uma grande oportunidade".

O defesa acrescentou que, apesar da deceção, sua equipa deve permanecer positiva: "Mas algo tem que mudar, porque senão não vamos reverter a situação." Pinto estava claramente aborrecido e compreensivelmente".

A última vitória no campeonato da Eredivisie remonta a 10 de dezembro do ano passado. Foi apenas a terceira no total. A diferença para o 16.º RKC Waalwijk é de três pontos. Os dois clubes com menos pontos são despromovidos, com o 16.º a disputar o play-off.

Reveja aqui as principais incidências da partida