IPDJ aprova reforço financeiro às federações para minimizar impacto da inflação

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
IPDJ aprova reforço financeiro às federações para minimizar impacto da inflação
João Paulo Correia, secretário de Estado da Juventude e do Desporto
João Paulo Correia, secretário de Estado da Juventude e do Desporto
LUSA
O Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) vai distribuir um reforço financeiro de 1,68 milhões de euros pela maioria das federações, a fim de minimizar o impacto do aumento generalizado dos preços, informou esta quinta-feira o governo.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia, assinalou que o reforço financeiro deixa de fora as federações de basquetebol, desportos de inverno, futebol e ténis, uma vez que "possuem receitas das apostas desportivas em valor superior ao contrato-programa celebrado com o IPDJ".

"O Governo da República Portuguesa, através do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), aprovou um reforço financeiro às federações desportivas, no valor global de 1,68 milhões de euros, para minimizar impacto do choque geopolítico resultante da guerra na Ucrânia e o consequente aumento generalizado dos preços", indicou João Paulo Correia.

De acordo com a nota enviada à comunicação social, a dotação excecional foi efetuada "através de um aditamento aos contratos-programa de atividade regulares das federações desportivas, o que correspondeu, em termos globais, a 6,5% do financiamento inicial referente a 2022".