Mbappé, Bellingham, Haaland e Vinícius: Quem está pronto para assumir o trono do futebol?

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mbappé, Bellingham, Haaland e Vinícius: Quem está pronto para assumir o trono do futebol?
Bellingham juntou-se ao Real Madrid no verão passado
Bellingham juntou-se ao Real Madrid no verão passado
Reuters
Quando Lionel Messi subiu ao palco do Theatre du Chatelet, em Paris, para receber a sua oitava Bola de Ouro de melhor jogador do mundo, em outubro, havia a sensação de que uma era estava a chegar ao fim.

O argentino alcançou o marco ao superar por pouco concorrentes muito mais jovens, como Erling Haaland e Kylian Mbappé, no que foi amplamente considerado como a sua última oportunidade de receber o prémio.

Durante os últimos 15 anos, Messi e Cristiano Ronaldo dominaram o estrelato e foram dividindo o primeiro lugar do trono do futebol.

Haaland ajudou o Manchester City a conquistar o treble na época passada
Reuters

Agora, com ambos a aventurarem-se em ligas periféricas à medida que se aproximam do final das suas brilhantes carreiras, 2024 pode ser finalmente o ano para o próximo na linha da realeza do futebol.

Haaland era um dos grandes favoritos à sua primeira Bola de Ouro em 2023, depois de ter marcado 52 golos em 53 jogos em todas as competições na época passada, com o Manchester City a vencer a Liga dos Campeões, a Premier League e a Taça de Inglaterra.

O francês Mbappé também se impôs no panorama depois de se ter tornado o primeiro jogador desde 1966 a marcar três golos numa final do Campeonato do Mundo. Mas a campanha mágica da Argentina no Catar ajudou Messi a superar os atacantes norueguês e francês no prémio, adiando a sucessão do futebol por mais um ano.

Mbappé chegou à final do Campeonato do Mundo com a França no ano passado
Reuters

Dupla do Real Madrid

O médio inglês Jude Bellingham acaba de ser distinguido com os prémios Golden Boy e Kopa 2023, depois de um início de aventura impressionante no Real Madrid.

Com 15 golos em 16 jogos pelo seu novo clube, Bellingham ultrapassou a marca de 14 golos em 42 jogos com o Borussia Dortmund na época passada e superou os feitos de Cristiano Ronaldo e Alfredo Di Stéfano, que marcaram 13 golos nos primeiros 15 jogos.

Vinícius Jr., companheiro de equipa do inglês no Real, que ajudou a equipa espanhola a conquistar a Liga dos Campeões de 2022 ao marcar o golo da vitória na final contra o Liverpool, surgiu nas últimas duas épocas como um verdadeiro jogador de classe mundial.

Vinicius Jr. levou o Madrid à glória na Liga dos Campeões em 2022
Reuters

O extremo dos merengues é o herdeiro do trono brasileiro, agora que Neymar também se mudou para a Arábia Saudita, depois de não ter conseguido levar o Paris Saint-Germain à conquista da Liga dos Campeões.

Nota ainda para o argentino Julian Álvarez que já é uma figura-chave no City de Pep Guardiola, enquanto a mais recente sensação do futebol espanhol Lamine Yamal impressionou no Barcelona.

Com a melhor parte da época a aproximar-se e com um Campeonato da Europa e uma Copa América no próximo ano, o palco está montado para aqueles que se sentem dignos de fazer a sua reivindicação.