Kalle Rovanpera despista-se e Ott Tanak também não tem melhor sorte no Rali da Finlândia

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Kalle Rovanpera despista-se e Ott Tanak também não tem melhor sorte no Rali da Finlândia
Tanak conduz na pista finlandesa
Tanak conduz na pista finlandesa
Profimedia
O campeão do mundo Kalle Rovanpera despistou-se quando liderava o seu Rali da Finlândia, na sexta-feira. Uma falha mecânica tirou Tanak da prova.

Rovanpera capotou o seu Toyota depois de perder o controlo numa pista de lama na floresta, atingida pela chuva, durante a oitava etapa. Tanto Rovanpera como o seu copiloto Jonne Halttunen saíram ilesos, mas não puderam continuar no seu carro fortemente danificado.

O acidente de Rovanpera ocorreu horas depois de as esperanças de Ott Tanak se terem esfumado quando o campeão do mundo de 2019 foi forçado a retirar o seu M-Sport Ford danificado.

O estónio liderava a nona etapa do campeonato do mundo de ralis após a super etapa de quinta-feira. Mas uma falha mecânica na terceira etapa provocou a sua saída prematura de uma prova que já venceu por três vezes.

"Devido aos danos causados pelo impacto na SS3, infelizmente não nos restou outra alternativa senão retirar o carro de Ott do Rali da Finlândia", confirmou a sua equipa.

Este contratempo segue-se à penalização de cinco minutos sofrida por uma mudança de motor antes do seu rali caseiro na Estónia.

"Claro que estamos desapontados, depois da Estónia não era assim que queríamos que esta semana corresse", disse Tanak, o campeão de 2019, ao wrc.com.

"É uma pena não podermos continuar, mas o carro está demasiado danificado para podermos continuar. Agora é tempo de fazer uma pausa depois de uns meses atarefados, depois vamos concentrar-nos totalmente na Grécia em setembro."

A turbulência de Tanak deixou o líder da série e favorito da casa, Rovanpera, assumir o comando.

O piloto da Toyota obteve cinco vitórias consecutivas em etapas e liderou o seu colega de equipa Elfyn Evans por quase seis segundos.

Mas a sua dramática perda de controlo deixou Evans na liderança da geral quando faltavam duas das etapas de sexta-feira.