Voleibol: Seleção feminina vence Islândia (3-0) na 4.ª jornada da Silver League

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Voleibol: Seleção feminina vence Islândia (3-0) na 4.ª jornada da Silver League

Portugal foi muito superior à Islândia em Santo Tirso
Portugal foi muito superior à Islândia em Santo TirsoFederação Portuguesa de Voleibol
A seleção portuguesa feminina de voleibol venceu esta sexta-feira a Islândia, por 3-0, em jogo da quarta jornada da Silver League, disputado em Santo Tirso.

Recorde as incidências da partida

Frente a um adversário que não está no mesmo nível qualitativo de Portugal, as comandadas de Hugo Silva impuseram-se com uns esclarecedores 25-19, 25-18 e 25-12, que só não tiveram ainda mais expressão porque as portuguesas cometeram alguns erros pouco habituais, sobretudo a defender.

O ponto inicial do jogo, favorável às islandesas, foi o único momento do set inicial em que as nórdicas estiveram em vantagem, com Portugal, rapidamente, a assumir o controlo e a escrever uma história de superioridade no jogo.

Apesar de algumas descontrações na fase final do parcial, sobretudo nos movimento defensivos, as portuguesas, que estão numa fase de renovação da equipa, apostando em jogadoras jovens, fecharam o duelo inicial, o mais equilibrado, com um 25-19.

No segundo set a história repetiu-se, com a Islândia a entrar melhor e a conseguir brevemente uma vantagem de três pontos sem resposta, mas depois a 'capitular' perante a maior capacidade ofensiva da equipa nacional, muito forte nos remates, fechando o parcial com 25-18.

O derradeiro parcial foi o mais desequilibrado, com as islandesas já sem fôlego para aguentar as investidas de Portugal, que chegou rapidamente a um 20-8 e fechou o jogo com um 25-12.

Este foi o terceiro triunfo da seleção nacional, em quatro rondas desta edição da Silver League, permitindo-lhe 'saltar' para o terceiro lugar da classificação.

No domingo (21:00), também em Santo Tirso, as portuguesas voltam à ação frente a Montenegro, um adversário bem mais credenciado, que lidera a classificação.