Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Paris-2024: Duas dezenas de pavilhões para apresentar arquitetos franceses

A Torre Eiffel em Paris
A Torre Eiffel em ParisAFP
Paris aproveita os Jogos Olímpicos para apresentar uma vintena de construções efémeras dedicadas ao desporto, numa colaboração entre escolas de arquitetura francesas e federações desportivas.

Estes pavilhões serão instalados ao longo do canal de água que atravessa o Parc de la Villette.

Os pavilhões foram "concebidos e realizados por cerca de 2.000 estudantes que trabalharam em turnos de seis meses durante os últimos dois anos", afirmou o Ministério da Cultura francês. As estruturas utilizam materiais recicláveis como o bambu.

Uma parede de escalada feita inteiramente de madeira destaca-se junto ao pavilhão das Ilhas Reunião, um território ultramarino francês, que é dedicado ao surf. Há também um pavilhão dedicado ao caiaque, concebido por estudantes da escola de arquitetura de Grenoble, com esferas que filtram a luz e simulam a imersão na água.

O pavilhão de breakdance, uma nova disciplina olímpica, imita um cubo feito de vigas de madeira. As paredes são moldadas de acordo com os movimentos dos dançarinos, filmados pelos estudantes de arquitetura de Lyon.

Este pavilhão alberga um palco central para os bailarinos.O edifício do remo tem a forma de um barco a remos.