Oito milhões de euros para ajudar os atletas dinamarqueses nos Jogos Olímpicos de 2028

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Oito milhões de euros para ajudar os atletas dinamarqueses nos Jogos Olímpicos de 2028
Dinamarca recebe forte apoio para os Jogos Olímpicos
Dinamarca recebe forte apoio para os Jogos Olímpicos
Photo by Mohamad Salaheldin Abdelg Alsaye / ANADOLU AGENCY / Anadolu Agency via AFP
Um donativo de 60 milhões de coroas dinamarquesas (cerca de oito milhões de euros) ajudará a equipa dinamarquesa a preparar-se para os Jogos Olímpicos de 2028 em Los Angeles.

O Grupo Salling está por trás da doação, que é a maior doação a título individual na história dos desportos de elite dinamarqueses.

"O grande apoio a longo prazo dá à Dinamarca a oportunidade de ajudar atletas, treinadores e federações a atingir o mais alto nível desportivo", afirmou Lars Krarup, Presidente do Conselho de Administração da Equipa Dinamarca.

"A grande maioria dos países com os quais nos comparamos tem vindo a investir muito forte no desporto de elite nos últimos anos e, por isso, o donativo é absolutamente crucial para que os atletas dinamarqueses continuem a ter a oportunidade de mostrar um desempenho de classe mundial", sustentou.

Entre outras coisas, os fundos serão utilizados para apoio financeiro individual aos atletas, tecnologia e equipamento, um programa de treino e um programa de talentos para os maiores talentos dinamarqueses.

"Nas Fundações Salling, apoiamos projetos e iniciativas para benefício e alegria de muitos, e os atletas são alguns dos mais fortes embaixadores desse objetivo", afirma Jens Bjerg Sørensen, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Købmand Herman Salling.

"Por conseguinte, é um grande prazer continuar a apoiar os atletas e estamos satisfeitos por apoiá-los na sua busca de um desempenho de topo e em assegurar grandes experiências para todos nós", rematou.

Esta não é a primeira vez que as Fundações Salling apoiam os atletas dinamarqueses. A Equipa Dinamarca afirma que as fundações do grupo doaram um total de 250 milhões de coroas dinamarquesas (33,5 milhões de euros) desde 2009.