Filipa Martins consegue bronze em trave na Taça do Mundo de Cottbus

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Filipa Martins consegue bronze em trave na Taça do Mundo de Cottbus

A ginasta lusa logrou este domingo 13,133 pontos
A ginasta lusa logrou este domingo 13,133 pontosLUSA
A ginasta olímpica portuguesa Filipa Martins conseguiu este domingo a medalha de bronze na final de trave da Taça do Mundo de artística em Cottbus, na Alemanha, no regresso à competição após lesão.

Sem competir há muito enquanto debelava problemas físicos, a ginasta lusa logrou este domingo 13,133 pontos, na final do aparelho, conseguindo o terceiro lugar no arranque da Taça do Mundo.

Acima, só a japonesa Mana Okamura, ouro com 14,133, e outra nipónica, Urrara Ashikawa, segunda com 14,066.

Antes, nos primeiros dias de prova, a atleta olímpica tinha assegurado a final de trave com 13,000, numa qualificação em que Mariana Parente foi 13.ª, o melhor resultado da jovem, que tinha sido 20.ª m solo.

Em masculinos, Guilherme Campos conseguiu o 30.º registo na barra fixa, depois de Filipa Martins já ter conseguido o 17.º posto em paralelas assimétricas, em que Parente foi 25.ª.

Campos e Marcelo Marques ficaram em 23.º e 24.º em solo, respetivamente, com Marques a ser de novo 24.º em cavalo com arções.