Dorival rendido a Endrick: "É um rapaz que promete muito"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Dorival rendido a Endrick: "É um rapaz que promete muito"

Dorival na conferência de imprensa
Dorival na conferência de imprensaPIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP
O selecionador canarinho compareceu em conferência de imprensa após o empate de terça-feira no Santiago Bernabéu.

Recorde as incidências da partida

Dorival Júnior, que liderou o seu segundo jogo à frente do Brasil, fez as seguintes declarações:

Endrick Moreira: "É um rapaz que promete muito e que está a evoluir há muito tempo. Foi o grande protagonista da última parte do campeonato brasileiro do ano passado. Temos o cuidado de o colocar nos momentos mais importantes para que ele possa continuar a ser decisivo. Ele tem uma caraterística única, que é o facto de ter sempre a bola, devido ao seu posicionamento, à sua mobilidade e à sua sensibilidade na área".

Neymar Júnior: "Ele está num processo de evolução, está a melhorar a cada dia e ainda não temos uma ideia clara sobre a sua recuperação. Acho que, com o pouco tempo que tivemos para trabalhar, a resposta foi mais positiva do que negativa".

Sensações: "Defrontámos duas equipas muito difíceis para nós. Foi uma experiência muito importante para este primeiro contacto com este grupo de jovens.

Insultos racistas: "Tem de haver uma atitude mais direta para que o Ministério Público espanhol possa atuar quando isso acontece. Isto não tem cabimento em lado nenhum, especialmente num lugar com pessoas tão amigáveis como Espanha, por isso espero que não volte a acontecer".

Vinícius Junior: "Ele está a ter um ano difícil devido aos ataques criminosos de que está a sofrer, mas espero que continue a trabalhar e a evoluir no seu clube. É um jogador que improvisa, que procura soluções rápidas e que encontra formas importantes de obter resultados".

Endrick e Yamal: "São jogadores do mais alto nível que vão chegar ao Campeonato do Mundo com a possibilidade de nos darem um espetáculo. É natural que estejamos ansiosos pelo seu sucesso, especialmente daqui a dois anos, quando estiverem no topo da sua forma.