Bundesliga: RB Leipzig encosta em Augsburgo (2-2), Heidenheim bate Werder Bremen (1-2)

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Bundesliga: RB Leipzig encosta em Augsburgo (2-2), Heidenheim bate Werder Bremen (1-2)

Augsburgo trava RB Leipzig
Augsburgo trava RB LeipzigAFP
O RB Leipzig falhou a aproximação ao pódio ao não conseguir vencer na visita a Augsburgo. Já o Heidenheim venceu na visita ao Werder Bremen, enquanto Eintracht Frankfurt e Bochum empataram, assim como Monchengladbach e Darmstadt.

Ausgsburgo 2-2 RB Leipzig

O RB Leipzig sentiu algumas dificuldades iniciais e quando encontrou o caminho para a baliza contrária, eis que o guarda-redes da casa, Finn Dahmen, apareceu para dizer presente e negou a vantagem a Dani Olmo.

As notas individuais da partida
As notas individuais da partidaFlashscore

O Augsburgo respondeu a partir da meia hora e não demorou muito para quebrar o impasse de forma brilhante. Após Ruben Vargas ser batido por Péter Gulácsi, Philipp Tietz aproveitou a recarga para fazer o 1-0, aos 35 minutos. 

A alegria duraria, no entanto, quando um contra-ataque clínico do Leipzig culminou com um cruzamento certeiro de David Raum no canto mais distante da cabeça do letal Loïs Openda para restabelecer a igualdade no primeiro tempo.

O segundo do RB Leipzig surgiu nos primeiros minutos do segundo tempo e foi quase uma cópia perfeita do primeiro, mas desta vez foi um cruzamento provocante de Olmo da direita que foi cabeceado pelo sempre melhor Benjamin Šeško

As principais estatísticas da partida
As principais estatísticas da partidaFlashscore

No entanto, em cima da hora de jogo, Demirovic aproveitou uma assistência de Jakic para anotar o 2-2, que viria a prevalecer até ao apito final, apesar de os visitantes terem beneficiado de uma oportunidade de ouro para selar o triunfo, quando, aos 81, Openda derperdiçou uma grande penalidade. Mérito para o guardião Dahmen.

Eintracht Frankfurt 1-1 Bochum

As notas individuais da partida
As notas individuais da partidaFlashscore

Foi um início frenético em Hessen, com 17 minutos iniciais a produzirem dois golos. Os anfitriões atacaram primeiro quando Fàres Chaïbi correu para uma bola longa pelo flanco direito antes de direcionar um passe certeiro para Omar Marmoush atirar para o 1-0. A vantagem, porém, durou menos de três minutos, com Bochum a empatar graças em parte a um desvio perverso. Assim que Moritz Broschinski acertou o seu remate no canto inferior, ele desviou na chuteira de Willian Pacho e passou por cima de Jens Grahl.

As águias aumentaram a pressão após o intervalo e criaram uma série de chances, mas a má finalização foi a queda para os comandados de Dino Toppmöller. 

As principais estatísticas da partida
As principais estatísticas da partidaFlashscore

Ambas as equipas continuaram a jogar a um ritmo implacável, mas falharam muito no último terço, já que o segundo continuava sem golos. O resultado deixa o Frankfurt na sexta posição, a cinco pontos do RB Leipzig, em quinto. Enquanto isso, o Bochum está a sete pontos dos lugares de despromoção, mas agora venceu apenas uma vez nos seus últimos cinco jogos na Bundesliga.

Werder Bremen 1-2 Heidenheim

As notas individuais da partida
As notas individuais da partidaFlashscore

Desejoso de assinalar a semana em que celebrou o seu 125.º aniversário com uma vitória, o Werder desperdiçou uma oportunidade de ouro para assumir a liderança logo aos quatro minutos, quando Justin Njinmah não conseguiu abrir o ativo. E aplicou-se a velha máxima: quem não marca, sofre.

Maloney (12 minutos) e Beste (18) colocaram os visitantes em vantagem, que viria a ser reduzida pouco depois, por intermédio de Schmid.

As principais estatísticas da partida
As principais estatísticas da partidaFlashscore

No segundo tempo, o Werder Bremen fez tudo para impedir a derrota, mas não conseguiu o tão desejado o golo.

Borussia Monchengladbach 0-0 Darmstadt

As notas individuais da partida
As notas individuais da partidaFlashscore

Apesar de uma forte exibição no segundo tempo, o SV Darmstadt não conseguiu superar o Borussia Mönchengladbach para conquistar a primeira vitória em 14 partidas no campeonato.

O encontro esteve por várias vezes interrompido devido ao arremesso de bolas de ténis para o relvado, num claro protesto contra as novas regras propostas para a entrada de investimento externo no futebol alemão, e terminou sem que nenhuma das equipas conseguisse encontrar o caminho para os golos.

As principais estatísticas da partida
As principais estatísticas da partidaFlashscore

O resultado amplia a série sem vitórias do Gladbach para quatro partidas. Já a longa espera de Darmstadt pelos três pontos continua, entretanto, e qualquer coisa menos que um milagre faria com que os Lilies caíssem imediatamente pela terceira vez em quatro passagens pela Bundesliga.

Union 1-0 Wolfsburgo

As notas individuais dos onzes iniciais
As notas individuais dos onzes iniciaisFlashscore

A competição foi interrompida duas vezes devido a protestos de adeptos contra a entrada de investimento externo na Bundesliga, com bolas de ténis a serem arremessadas para o relvado. O intervalo parecia fazer muito pouco para ambos os lados, até que, ao final de incríveis 21 minutos de descontos no primeiro tempo, o Union assumiu a liderança. Danilho Doekhi surgiu na área contrária, onde encontrou o cruzamento de Kevin Volland para cabecear por cima de Pervan com o primeiro remate à baliza dos anfitriões.

Depois de um primeiro tempo tão conturbado, ambas as equipas pareciam ter saído do intervalo com mais uma mola no passo, com a intensidade da partida a aumentar drasticamente. No entanto, as chances claras continuaram em alta, com ambas as equipes a lutarem para penetrar na linha de fundo da outra. Isso até a marca da hora, quando Wind conduziu uma cabeçada em direção ao poste traseiro, obrigando Frederik Rønnow a uma bela defesa para preservar a vantagem dos anfitriões.

As principais estatísticas da partida
As principais estatísticas da partidaFlashscore

O Wolfsburgo estava a ficar sem tempo e, aparentemente, a testar Rønnow com um cruzamento em profundidade, mas os dinamarqueses lidaram confortavelmente com eles para ver uma vitória crucial para o Die Eisernen, cujos receios de despromoção continuam a diminuir. Os Wolves, por sua vez, encontram-se na metade inferior e a nove pontos dos lugares europeus, já que a série sem vitórias se estendeu para seis partidas.