Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copa América: Campeã Argentina cumpre face ao Canadá e está na final

Messi festeja o golo
Messi festeja o goloAFP
A campeã em título Argentina cumpriu na terça-feira os prognósticos, ao dominar e bater o estreante Canadá por 2-0, para selar a quarta presença na final da Copa América em futebol nas últimas cinco edições, em East Rutherford.

Argentina 2-0 Canadá

As notas dos jogadores
As notas dos jogadoresFlashscore

Em relação aos quartos Scaloni trocou Molina, Nico González e Lautaro Martínez por Montiel, Di Maria e Julián Alvarez, enquanto Jesse Marsh colocou Ismaël Koné em vez de Osorio.

A Argentina entrou a tentar dominar o jogo, pela posse de bola, mas foi o Canadá, irrequieto, a efetuar os dois primeiros remates, ambos por Sheffelburg, aos cinco e sete minutos, com resposta de Messi, aos 12.

Os albicelestes perceberam que não podiam expor-se e assumiram um controlo mais pausado, pela certa, conseguindo chegar ao golo aos 23 minutos, com De Paul a desmarcar Álvarez, que ganhou a Bombito e colocou a bola entre as pernas de Crépeau.

Em vantagem, os campeões mundiais ficaram ainda mais por cima e, a espaços, com paciência, foram criando ocasiões para marcar o segundo, que Di María (34 minutos) e Messi (44) estiveram muito perto de conseguir.

Já nos descontos, aos 45+2 minutos, e depois de muito tempo longe da baliza argentina, o Canadá criou perigo, mas Dibu parou o remate de David, após lançamento lateral de Johnston.

A segunda parte não trouxe novidades, com a Argentina a dominar e a chegar ao segundo golo aos 51 minutos: após lançamento lateral, Messi desmarcou De Paul, Koné cortou, mas para Enzo, que rematou, com o capitão a desviar na cara de Crépeau.

Com dois tentos de avanço, o onze de Scaloni desacelerou a fundo, em gestão, num jogo que se foi arrastando até final, sendo que, aos 61 minutos, Álvarez podia ter ‘bisado’, só que, isolado por Di María, viu o guarda-redes canadiano roubar-lhe o golo.

Nesta fase, proliferaram as alterações, com o capitão benfiquista Otamendi a entrar aos 64 minutos, e Di María, que atuou no Benfica em 2023/24, a sair aos 78, na Argentina, e o portista Stephen Eustáquio, amarelado aos 63, a ser substituído aos 72, no Canadá.

Sobre o final, os canadianos tiveram duas boas oportunidades para reduzir a diferença e enervar os argentinos, mas Dibu segurou com os pés o remate de Osorio, aos 89 minutos, e Oluwaseyi, em excelente posição, cabeceou ao lado, aos 90.

A Argentina qualificou-se, assim, para a final de domingo da Copa América, enquanto o estreante Canadá vai disputar o bronze, no sábado.

Os números da partida
Os números da partidaOpta by Stats Perform