Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Euro-2024: Mosquito invasor causa preocupação na Alemanha e França

Mosquito-tigre asiático é uma preocupação para o adeptos
Mosquito-tigre asiático é uma preocupação para o adeptosProfimedia
Tanto o Campeonato Europeu de Futebol como os Jogos Olímpicos de Paris podem acabar por ser uma importante fonte de infeção depois de o mosquito tigre asiático se ter instalado na Europa.

A espécie de mosquito invasor, o mosquito-tigre asiático, estabeleceu-se em vários países europeus, incluindo a França, onde representa uma ameaça crescente para a saúde. O animal, conhecido por propagar doenças como a dengue, a febre chikungunya e o vírus Zika, já foi encontrado a norte de Paris. A notícia é avançada pela BBC.

Antes dos próximos Jogos Olímpicos, em julho, as autoridades de Paris intensificaram a vigilância e a captura destes mosquitos. O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) alerta para o facto de as alterações climáticas estarem a criar condições favoráveis à propagação dos mosquitos-tigre. Além disso, as viagens internacionais aumentam o risco de surtos localizados de febre de dengue.

As autoridades sanitárias de Paris já lançaram iniciativas de vigilância e armadilhagem em zonas como o Stade de France, onde os mosquitos invasores são ativamente caçados. Este trabalho de prevenção é essencial para proteger a população e os muitos visitantes que se espera que venham à cidade durante os Jogos Olímpicos.

Os próximos Campeonatos da Europa na Alemanha podem também ser afectados pelos mosquitos-tigre. O ECDC informa que esta espécie de mosquito estabeleceu-se em 13 países da UE, incluindo a Alemanha, onde foram registados surtos no sul do país.

A febre da dengue, anteriormente apenas prevalecente nos trópicos, está agora a tornar-se uma preocupação crescente na Europa devido ao aumento da propagação dos mosquitos tigre.

Os residentes e os viajantes que vão assistir a grandes eventos são instados a tomar medidas de proteção pessoal para minimizar o risco de serem picados e infectados.