Jorginho: "Podíamos ter feito melhor, mas está tudo em aberto"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Jorginho: "Podíamos ter feito melhor, mas está tudo em aberto"
Jorginho perante João Mário no FC Porto-Arsenal
Jorginho perante João Mário no FC Porto-Arsenal
AFP
Jorginho, médio italo-brasileiro de 32 anos do Arsenal, lamentou a derrota diante do FC Porto, por 0-1, no Estádio do Dragão, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, e deixou elogios a Fábio Vieira, internacional português que regressou às opções de Mikel Arteta a tempo de marcar presença no Dragão, após lesão.

Análise ao jogo: "Preparámos de uma maneira diferente, sinceramente. Infelizmente foi para o lado deles. Saíram com esta vitória no final do jogo. Não foi uma surpresa, são agressivos. Podíamos ter feito melhor, mas está tudo em aberto."

Falta de remates: "A equipa do FC Porto estava compacta no meio e tentámos sempre jogar curto. Talvez um pouco de profundidade poderia dar para criarmos um pouco mais."

Recorde o FC Porto-Arsenal

Fábio Vieira: "O Fábio é um menino sensacional, trabalhador, um menino que todo o mundo gosta, e só desejamos o melhor para ele, porque trabalha muito todos os dias e quer sempre melhorar, que escuta quando precisa, dá a sua opinião. E quando aconteceu a lesão toda a gente ficou muito triste por ele, mas agora está de volta e esperamos que possa ajudar a equipa."