Mourinho: "Alguns entraram em campo de forma superficial e perderam uma oportunidade"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mourinho: "Alguns entraram em campo de forma superficial e perderam uma oportunidade"
José Mourinho deixou críticas fortes ao comportamento de alguns jogadores na partida com o Servette
José Mourinho deixou críticas fortes ao comportamento de alguns jogadores na partida com o Servette
Profimedia
O treinador da Roma, José Mourinho, criticou o comportamento de alguns dos seus jogadores após o empate na Suíça, diante do Servette (1-1), no Grupo G da Liga Europa.

Como é habitual, José Mourinho não se deixou levar por declarações politicamente corretas. Pelo contrário. Após o empate da Roma contra o Servette (1-1) e a simultânea ultrapassagem do Slavia Praga no primeiro lugar do grupo G da Liga Europa, o treinador português castigou os seus jogadores.

Falou aos microfones da Sky Sport, onde expôs claramente o seu ponto de vista.

"Oportunidades importantes perdidas, assim como o início da segunda parte. É uma coisa que acontece muitas vezes, é pena que não haja uma câmara no balneário, porque estou sempre a martelar os jogadores sobre esta situação. É lógico que na segunda parte o Servette tenha jogado assim, fomos superficiais na interpretação destes momentos do jogo. Alguns jogadores perderam uma oportunidade. Não percebo, já joguei 150 jogos da Liga dos Campeões. A minha motivação é muito elevada nestes jogos. Há pessoas que não têm uma grande história europeia e que jogam estes jogos de forma superficial. É sempre a mesma coisa, são pessoas que estão sempre lá e se concentram durante 90 minutos, enquanto outros jogam superficialmente", criticou José Mourinho, sem querer adiantar nomes.

"Estou a falar de jogadores em geral. Há também alguns que começaram no banco, parece que alguns nas viagens europeias não parecem habituados a estar no banco e depois quando entram têm uma atitude com a qual não melhoram a equipa", acrescentou o treinador português.

Possibilidade de playoffs

Em relação à situação atual, que obriga a Roma a disputar os playoffs da Liga Europa em fevereiro, contra uma equipa despromovida da Liga dos Campeões, Mourinho quis acalmar o ambiente.

"Não será um drama disputar os playoffs, mas será difícil. Não deixa de ser uma motivação jogar contra uma equipa que vem da Liga dos Campeões. Não faço dos playoffs um drama, é mais dramático que alguns jogadores tenham perdido uma oportunidade e que tenhamos repetido uma abordagem errada na segunda parte", explicou o treinador português da Roma, que quis recordar como a sua equipa joga de forma totalmente diferente em casa e fora, e que o dia de hoje foi a prova disso mesmo.

"Os jogadores podem continuar a martelar e a trabalhar todos os dias. Somos um grande grupo, com gente boa e séria, isto está um pouco no ADN. Em casa temos uma mentalidade, fora de casa outra. Apesar destas dificuldades, podíamos ter ganho o jogo", lamentou Mourinho.

Recorde o Servette-Roma no Flashscore