Estrela da Amadora e Rio Ave unem-se no apoio a Diogo Fonseca

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estrela da Amadora e Rio Ave unem-se no apoio a Diogo Fonseca

Diogo Fonseca lesionou-se com gravidade este domingo
Diogo Fonseca lesionou-se com gravidade este domingoLUSA
Os treinadores do Rio Ave, Luís Freire, e do Estrela da Amadora, Sérgio Vieira, uniram-se este domingo no apoio ao futebolisa Diogo Fonseca, que se lesionou gravemente no tornozelo direito.

Recorde as incidências da partida

Luís Freire, que falava durante a conferência de imprensa na sequência do empate com o Estrela da Amadora (2-2), antes de fazer a apreciação do jogo, direcionou o discurso para o defedsa-central cedido pelo SC Braga à equipa da Reboleira.

Quero dar uma palavra ao Diogo. Espero que recupere o mais rápido possível. Quero também dar uma palavra de conforto à família e ao Estrela da Amadora”, disse.

Pouco depois, surgiu na sala de imprensa Sérgio Vieira, que também se referiu à situação de Diogo Fonseca.

“A lesão do Diogo foi algo que mexeu connosco e vai continuar a mexer. Nós vamos apoiar o Diogo. Foi algo muito duro que nos aconteceu durante o jogo”, começou por dizer.

Questionado sobre a gravidade da lesão, Sérgio Vieira não entrou em detalhes, até porque não existe ainda relatório médico sobre a mesma.

Infelizmente deverá ser uma lesão grave. Não há detalhes em concreto. Para o Diogo, para a família dele, para todos que o apoiam, para todos nós, para a família tricolor vai uma injeção de confiança e de apoio. Muita coisa boa”, desejou.

Diogo Fonseca, de 22 anos, lesionou-se com gravidade no tornozelo direito, aos 68 minutos, numa disputa de bola com o jogador do Rio Ave, Yakubu Aziz.

Assim que se aperceberam da gravidade da lesão do companheiro, natural de Viseu, os jogadores do Estrela da Amadora e do Rio Ave criaram uma ‘roda de segurança’, para que este pudesse ser assistido pelas equipas médicas presentes no local.

No momento foi notória a preocupação de todos os futebolistas, sendo de realçar o apoio e as iniciativas de conforto dadas pelos jogadores vila-condenses aos companheiros do Estrela da Amadora.