Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Helena Pires, CEO da Liga Portugal, pede “solução urgente” para impacto da lei da Imigração

Helena Pires, CEO da Liga Portugal
Helena Pires, CEO da Liga PortugalLiga Portugal
Após reunião levada a cabo esta quarta-feira com os clubes do futebol profissional, Helena Pires, CEO da Liga Portugal, manifestou “profunda preocupação” quanto ao impacto da nova legislação sobre a Imigração, apelando a uma “solução urgente” por parte das entidades competentes.

A Liga Portugal e os clubes estão profundamente preocupados com o impacto das alterações da legislação sobre a Imigração e, obviamente, com a extinção da manifestação de interesse, que está já a afetar gravemente a capacidade de atuação normal dos clubes no período de transferências de jogadores em curso”, começou por dizer, explicando as consequências adversas desta alteração ao nível da celeridade na contratação de jogadores estrangeiros.

A proposta foi apresentada pelo Governo e a interpretação que retirámos da reunião de hoje foi que não responde à nossa preocupação, não resolve os problemas que os clubes estão já a enfrentar, por isso esperamos que possa ser apresentada uma outra solução, que tem de ser, evidentemente, muito urgente, tendo em conta que os clubes estão em plena altura de inscrições e teremos, dentro em pouco, clubes que vão entrar já em competições internacionais", lembrou a CEO da Liga Portugal.

Alertando para a urgência do tema, Helena Pires coloca-se inteiramente à disposição para participar numa solução com o Governo que proteja os interesses de todas as partes envolvida.

A Liga Portugal tem, desde o início deste processo, reunido com as entidades competentes para tentar encontrar uma solução para este tema e continua a acreditar que o diálogo dará frutos em breve, através de uma proposta que responda de forma efetiva às preocupações dos nossos clubes e do futebol profissional”, finalizou.