Paulo Sérgio destaca momento do Portimonense: "São dois jogos a somar pontos"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Paulo Sérgio destaca momento do Portimonense: "São dois jogos a somar pontos"

Portimonense desloca-se ao terreno do Famalicão
Portimonense desloca-se ao terreno do FamalicãoPortimonense SAD
O treinador do Portimonense disse este sábado que a equipa trabalhou para somar pontos na visita de domingo a Famalicão, da 30.ª jornada da Liga Portugal, após a frustração gerada pelo empate caseiro com o Casa Pia.

Siga as principais incidências da partida

Em declarações divulgadas pelo emblema de Portimão, Paulo Sérgio voltou a considerar “inacreditável” o segundo golo dos lisboetas na igualdade (2-2) da ronda anterior, reclamando uma alegada falta sobre o guarda-redes Nakamura.

“Isso causou frustração, irritação, mas há que seguir trabalhando e foi aquilo que se procurou fazer ao longo da semana: continuar a injetar confiança. São dois jogos a somar pontos e vamos à procura que aconteça o mesmo já neste fim de semana”, frisou o técnico dos algarvios.

Paulo Sérgio sublinhou que a sua equipa “tem cara, tem alma, é competitiva e tem de crescer, tem de continuar sempre a crescer, porque é uma equipa muito jovem”.

“Tem de eliminar o máximo possível os tais erros que muitas das vezes nos metem em problemas e nos tiram os resultados e nos põem a jogar de uma forma mais sôfrega”, prosseguiu.

Siga o relato no site ou na app
Siga o relato no site ou na appFlashscore

O trabalho efetuado durante a semana consistiu em “clarear o melhor possível todas as ideias da equipa, quer no plano ofensivo, quer no plano defensivo”, para que possa “ser competitiva e conquistar objetivos”, disse o técnico do Portimonense.

Paulo Sérgio sustentou que “nesta altura do campeonato não há surpresas”, pelo que tanto o Famalicão como o Portimonense saberão o que esperar do adversário que têm pela frente.

“O Famalicão é uma excelente equipa, recheada de ótimos valores. Tinha um ótimo treinador no passado, trocou por um outro também excelente. Sabemos que nos aguarda um conjunto de problemas que nós, obviamente, para competir nesta Liga, teremos de saber resolver e ir à procura de criar também”, referiu.

Questionado sobre as mudanças no rival minhoto após a troca no comando técnico – Armando Evangelista sucedeu a João Pedro Sousa –, Paulo Sérgio declarou que “aquilo que mudou, mesmo no plano tático, foi o encontro com os resultados”, que antes não conseguia “de uma forma mais sustentada”.

Famalicão, oitavo classificado, com 35 pontos, e Portimonense, 16.º e em posição de play-off de manutenção, com 27, defrontam-se no domingo, às 15:30, no Estádio Municipal de Famalicão, com arbitragem de Luís Godinho, da Associação de Évora.