Roberto Martínez desvaloriza polémica: "A relação com o Sérgio Conceição é impecável"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Roberto Martínez desvaloriza polémica: "A relação com o Sérgio Conceição é impecável"
Roberto Martínez desvalorizou polémica com Conceição
Roberto Martínez desvalorizou polémica com Conceição
AFP
Após a oficialização da renovação de uma parceria entre a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e uma instituição bancária, Roberto Martínez concedeu umas palavras aos jornalistas e não escapou às várias perguntas sobre Sérgio Conceição.

As palavras de Sérgio Conceição sobre o regresso de João Mário ao contexto clube depois da estreia na Seleção não caíram nada bem no país vizinho. O treinador portista disse que o lateral tinha de perceber que o treinador dele no FC Porto era "português" e não "espanhol".

"Eu não posso interpretar mal as palavras do Sérgio. Eu tenho uma relação de muito respeito para com todos os treinadores do futebol português. A Seleção precisa dos trabalhos dos treinadores e a relação com o Sérgio é impecável. Não acho que essas palvras tenham tido um contexto negativo", considerou o selecionador.

Os últimos jogos de Portugal
Flashscore

“Quando há umas palavras que não têm contexto, facilmente pode-se transmitir uma ideia que, neste caso, não é a ideia do Sérgio. Não falei com ele. Falarei em breve, mas não por essa razão. Falarei com os treinadores dos nossos jogadores, porque têm informações muito importantes para mim. Trabalhamos juntos, não vejo isso como um problema", sustentou.

“O Sérgio falou de um jogador, neste caso o João Mário, que eu tenho de dizer que foi um exemplo. É um futebolista da nossa pré-lista e a sua atitude e o seu desempenho foram de alto nível. Jogou duas partidas. Acho que a nossa Seleção ajuda os jogadores novos a terem um papel importante. Não trabalhamos com 23 jogadores, mas sim 40. O exemplo de João Mário foi perfeito", completou.

Os números de João Mário
Flashscore

A propósito do encontro contra a Suécia, em março do próximo ano, Roberto Martínez deixou elogios à formação sueca.

“Agora, temos dois passos importantes: um, é o estágio de março, onde faremos dois jogos; depois, teremos mais duas partidas antes do Europeu. Quanto à Suécia, é uma surpresa não estar no Europeu. Eles têm jogadores de um grande nível individual, como o Kulusevski. Pode ser um jogo interessante. Jogar no Estádio do Vitória de Guimarães também é uma oportunidade para ter outros adeptos da nossa Seleção. Será um estágio muito positivo", analisou.