Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tiago Margarido espera receber mais oito jogadores para reforçar Nacional

Tiago Margarido quer mais reforços
Tiago Margarido quer mais reforçosCD Nacional
O treinador do Nacional, Tiago Margarido, disse esta quarta-feira que ainda espera receber "mais oito reforços" até ao início da Liga, acrescentando que a direção dos alvinegros está a fazer um "trabalho árduo no mercado".

Ainda a meio gás, com apenas duas contratações já oficializadas e depois de perder vários dos titulares na última temporada na Liga 2, Tiago Margarido confessa estar "muito satisfeito com a primeira semana de trabalhos", mas revela que os madeirenses ainda não têm a "quantidade de jogadores desejada", referiu.

"Era muito difícil manter os jogadores que tínhamos no ano passado porque o mercado estava atento", disse o técnico, que justificou a debandada de algumas das principais figuras pelo facto de o Nacional "não ter o poderio financeiro" de outros clubes.

Relativamente ao defesa José Vitor e ao avançado Gabriel Santos, até ao momento os únicos reforços contratados pelo emblema insular, Tiago Margarido destaca a "vontade de aprender" dos jogadores brasileiros, explicando que ambos estão a confirmar a "qualidade detetada nas observações".

O primeiro jogo particular dos madeirenses, marcado para sábado, com o FC Porto, à porta fechada, no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, "surge na melhor altura", sobretudo porque "permite colocar a nú" as insuficiências da equipa, referiu o técnico.

"Prevejo muitas dificuldades (com o FC Porto), mas era isso que pretendíamos no planeamento da pré-temporada", referiu Tiago Margarido, frisando a importância de "trabalhar e corrigir" todos os erros após o final da partida.

Sobre o regresso à Liga, três anos depois da última presença, o timoneiro dos madeirenses aponta à manutenção, mas espera que a equipa consiga "manter a identidade" ofensiva que a caraterizou na última edição da Liga 2, com uma matriz "solidária e aguerrida".

"Queremos ser uma equipa que vai procurar um futebol atrativo e virado para a frente", salientou Tiago Margarido, considerando que vai ser preciso "trabalhar muito".

Depois de se sagrar vice-campeão na última edição da Liga 2 , com 71 pontos, apenas atrás do campeão Santa Clara, que terminou com 73, o Nacional, recém-promovido ao escalão principal, tem a estreia no campeonato marcada para o fim de semana de 10 e 11 de agosto, com uma visita ao também promovido AVS.