Leão e o seu amor pelo AC Milan: "É uma questão de lealdade, o meu futuro é aqui"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Leão e o seu amor pelo AC Milan: "É uma questão de lealdade, o meu futuro é aqui"
Rafael Leão
Rafael Leão
AFP
O jogador rossoneri falou à margem da apresentação do seu livro "Smile".

"O meu futuro? AC Milan", atirou Rafael Leão, à margem da apresentação do seu livro Smile, no Duomo de Milão, claro e conciso quando questionado sobre o seu futuro.

O avançado rossoneri pôs fim a um momento complexo de seca de golos com um momento de craque contra a Atalanta.

"Era também um golo que eu queria marcar porque há cinco meses que não marcava na Serie A. O meu festejo? A crítica empurra-me. Claro que são críticas construtivas. Há momentos bons ou não, mas o futebol é assim, o importante é como a equipa está", explicou o avançado rossoneri, que, no entanto, diz estar a ter um bom desempenho.

"Não é um novo começo, só faltava marcar. Fiz bons jogos, talvez sem marcar, mas fazendo assistências", sublinhou.

"Lealdade, sempre"

No seu livro, Rafael Leão diz que renovou até 2028 não por dinheiro, mas por um "pacto de amor" com o clube rossoneri e durante a apresentação explica o significado por trás dessas palavras.

"Cheguei ao AC Milan ainda criança, os primeiros anos foram difíceis porque não joguei muito. Ajudaram-me a crescer como jogador e como homem. Depois vieram os momentos difíceis e eles estiveram sempre aqui. Por isso, não os podia deixar, porque a minha educação também foi assim. Lealdade, sempre", conclui.