Maurizio Sarri e o castigo a Vecino: "É um assunto de balneário e nem sequer é dos mais sensacionais"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Maurizio Sarri e o castigo a Vecino: "É um assunto de balneário e nem sequer é dos mais sensacionais"
Maurizio Sarri, treinador da Lazio
Maurizio Sarri, treinador da Lazio
Profimedia
Maurizio Sarri, treinador da Lazio, mostrou-se satisfeito com o triunfo por 1-0 diante do Génova, na Taça de Itália, graças ao golo madrugador de Guendouzi, logo aos cinco minutos.

Recorde as incidências da partida

Maurizio Sarri falou à Mediaset depois da vitória da Lazio, em casa, sobre o Génova, que deu aos Biancocelesti a passagem aos quartos de final da Taça de Italia. A vitória por 1-0, assinada por Matteo Guendouzi, foi muito disputada, e o técnico toscano elogiou o médio francês, eleito o melhor jogador da partida.

"Tem uma grande energia e personalidade, alguém que gosta de desafios. Quando está em boas condições físicas e mentais, faz quantidade e qualidade. Já me tinha impressionado na Premier League", assumiu Maurizio Sarri, que foi ainda questionado sobre o afastamento, por motivos disciplinares, de Matias Vecino.

"É um assunto de balneário e nem sequer é dos mais sensacionais. A direção, juntamente comigo, decidiu esta exclusão, falaremos sobre isso daqui a uns dias. Para já, é esta a situação", explicou o treinador, que destacou ainda o comportamento defensivo da equipa nesta eliminatória.

"Atrás da linha estiveram bem, com a ausência de Casale e Romagnoli têm de jogar de três em três dias e estão a fazê-lo bem. Estou satisfeito com a atitude da linha defensiva, mas também com a atitude da equipa em geral", afirmou Maurizio Sarri.

Gilardino satisfeito

Gilardino
AFP

Alberto Gilardino, treinador do Génova, preferiu não criar qualquer tipo de polémica com a arbitragem, optando por não comentar o episódio da grande penalidade reclamada.

"O árbitro não nos deu uma explicação, mas é visível para todos, por isso não quero fazer comentários", afirmou o treinador do Génova.

Depois, um comentário importante sobre o que a sua equipa fez, sublinhando que, apesar do desaire, está satisfeito com o que viu em campo esta noite.

"Estou satisfeito. Tínhamos muitos jogadores em campo que jogaram pouco ou nunca jogaram, as respostas que obtivemos foram importantes. Foi um teste. Depois, Retegui deu mais minutos às pernas. Não gostei apenas dos primeiros dez minutos da primeira parte, muito medo e falta de lucidez. Saímos à distância, criando oportunidades. Agora vamos preparar-nos para o jogo de domingo", acrescentou Gilardino.