Kyle Walker não enfrenta acusações criminais por exposição indecente

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Kyle Walker não enfrenta acusações criminais por exposição indecente

Kyle Walker protagonizou incidente num bar em Wilmslow, a 8 de março
Kyle Walker protagonizou incidente num bar em Wilmslow, a 8 de marçoAFP
Kyle Walker, defesa inglês de 32 anos do Manchester City, não vai enfrentar mais nenhuma ação policial, depois de se ter exposto indecentemente num bar, no início deste mês.

A polícia de Cheshire, recorde-se, tinha aberto uma investigação depois de um tablóide inglês ter publicado imagens de uma câmara de segurança de Kyle Walker, num bar em Wilmslow, a 14 milhas a sul de Manchester, a 8 de março.

"Os agentes concluíram agora as suas investigações, que incluíam falar com as pessoas directamente envolvidas", confirmou um porta-voz da polícia.

"Um homem de 32 anos de idade de Prestbury compareceu voluntariamente numa esquadra da polícia para ser interrogado no dia 16 de março. Ele foi tratado por uma disposição extrajudicial e o assunto está agora encerrado", acrescentou.

Pep Guardiola, treinador do Manchester City, recorde-se, também tinha abordado publicamente o incidente, referindo-se a uma "questão privada" que tinha sido tratada a nível interno.

Gareth Southgate, selecionador inglês, disse ter "falado longamente" com Kyle Walker antes de o incluir na convocatória, divulgada na quinta-feira, para os jogos da fase de qualificação para o Euro-2024, contra Itália e Ucrânia.