MotoGP: Espargaró bate recorde de pista na Catalunha, Miguel Oliveira falha acesso à Q2

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

MotoGP: Espargaró bate recorde de pista na Catalunha, Miguel Oliveira falha acesso à Q2

Aleix Espargaró nos treinos
Aleix Espargaró nos treinosAFP
Aleix Espargaró (Aprilia) estabeleceu o tempo mais rápido nos treinos de sexta-feira à tarde, estabelecendo um recorde de volta de todos os tempos. Miguel Oliveira ficou em 13.º lugar

Mas porque é que ele se quer retirar? Aleix Espargaró não só estabeleceu o tempo mais rápido da sessão de treinos, como também bateu o recorde absoluto do circuito de Montmeló, anteriormente detido por Francesco Bagnaia (1:38.562 minutos). Um bom presságio para o detentor do título de sprint e de GP...

Ele foi seguido por Brad Binder que, apesar de duas quedas, colocou a sua KTM em segundo lugar (+0,072 segundos) para confirmar o seu desempenho na primeira sessão de treinos livres (3º em 01:39,958). Pedro Acosta terminou em 3º (+0,103).

Como de costume, Bagnaia acelerou o ritmo. sétimo de manhã (01:40.303), ganhou 3 lugares à tarde (01:38.695).

Melhor tempo no Treino Livre 1, Jorge Martín melhorou o seu tempo (01:38.793 minutos contra 01:39.579 minutos) mas terminou em 6º.

Apesar de Maverick Viñales se ter salvo no último minuto com o 10º tempo, Marc Márquez não conseguiu passar à Q2.

Em 12.º lugar, MM93 terminou quase 6 décimos atrás de Espargaró (+0,591). A sua última tentativa foi abortada pela... queda do seu irmão Álex. O mesmo destino teve Fabio Quartararo, que se despistou no início da sessão. Foi quarto durante algum tempo, mas foi caindo gradualmente até terminar em 14 -º (+0,790), enquanto o seu companheiro de equipa Álex Rins aproveitou o regresso ao seu país natal para se qualificar na Q2 (9º). "El Diablo" terminou logo à frente de Marco Bezzecchi (+0,820).

Os VR46 não aproveitaram a pista, com Fabio di Giannantonio a sofrer duas quedas e a registar o 16º tempo (+0,917).

As quatro Hondas reduziram a diferença para as duas motos oficiais de Joan Mir e Luca Marini em último lugar, enquanto Johann Zarco foi o melhor piloto da LCR, 19.º (+0,996 de Espargaró).

Miguel Oliveira (Trackhouse) terminou no 13.º nos treinos livres do GP da Catalunha e não conseguiu a qualificação direta para a Q2, com um tempo de 01:39.350 minutos. O piloto português vai-se ver obrigado a passar pela Q1, onde tem obrigatoriamente de ficar num dos dois primeiros lugares.