Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Paulo Pinheiro: Presidente da República realça paixão pelos desportos motorizados

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de SousaLUSA
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou esta quarta-feira a morte de Paulo Pinheiro, fundador do Autódromo Internacional do Algarve, realçando a paixão que tinha pelos desportos motorizados.

Paulo Pinheiro, fundador e atual presidente do Conselho de Administração do Autódromo Internacional do Algarve (AIA), morreu hoje, aos 52 anos.

Numa nota publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa "lamenta a morte precoce de Paulo Pinheiro, fundador do Autódromo Internacional do Algarve, instituição que presidia com a mesma paixão que tinha pelo automobilismo e motociclismo".

"À sua família e amigos o Presidente da Republica apresenta sentidas condolências", lê-se na mesma nota.

Engenheiro mecânico de formação e ex-piloto, Paulo Pinheiro idealizou e empreendeu a construção do AIA, em Portimão, em 2008, e foi um dos responsáveis pelo regresso da Fórmula 1 e do MotoGP a Portugal.

O circuito algarvio passou a fazer parte do calendário do Campeonato do Mundo de MotoGP desde 2020, contando, desde então com cinco corridas, tendo sido também o palco do regresso da Fórmula 1, em 2020 e 2021.

Paulo Pinheiro criou e dirigiu ainda a equipa de motociclismo e automobilismo Parkalgar Racing Team.