Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Polícia disparou sobre guarda-redes durante jogo da 2.ª divisão de Goiás, no Brasil

Ramón Souza foi retirado de ambulância após ser alvejado
Ramón Souza foi retirado de ambulância após ser alvejadoGrêmio Anápolis
A partida entre Grêmio Anápolis e Centro Oeste, esta quarta-feira, na 12.ª rodada da 2.ª divisão do Campeonato Goiano, terminou com confusão e cm uma cena chocante de violência policial.

O guarda-redes Ramón Souza, do Grêmio Anápolis, foi alvejado na perna por uma bala de borracha atirada por um polícia, no meio de um tumulto na linha lateral do relvado.

Diversos vídeos nas redes sociais mostram claramente o polícia a mirar e a disparar sobre o guarda-redes, enquanto os jogadores discutiam no relvado do apito final. O incidente ocorreu no estádio Jonas Duarte, em Anápolis. 

Ramón sofreu de perda de pele e queimadura de terceiro grau na coxa esquerda, segundo o médico do clube.

A Polícia Militar do Estado de Goiás informou em nota que determinou "imediatamente a abertura de procedimento administrativo para apurar os factos com o devido rigor".

A equipa Anápolis informou que tomará as "medidas cabíveis" para que o responsável seja identificado e punido.