Taça Davis: Djokovic leva a Sérvia aos quartos de final ao derrotar Davidovich Fokina

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Taça Davis: Djokovic leva a Sérvia aos quartos de final ao derrotar Davidovich Fokina
Novak Djokovic em ação durante o seu jogo contra o espanhol Alejandro Davidovich Fokina
Novak Djokovic em ação durante o seu jogo contra o espanhol Alejandro Davidovich Fokina
Reuters
Novak Djokovic (36 anos) regressou à ação depois do triunfo no Open dos Estados Unidos e o número um mundial ajudou a Sérvia a garantir o seu lugar nos quartos de final da Taça Davis, esta sexta-feira, com uma vitória na fase de grupos sobre a anfitriã Espanha.

Recorde as incidências da partida

Resultado final da partida
Flashscore

Jogando apenas cinco dias depois de ter conquistado o seu 24.º título do Grand Slam em Nova Iorque, Djokovic superou as condições quentes e húmidas no início e recuperou de uma desvantagem de 4-1 no segundo set para vencer Alejandro Davidovich Fokina por 6-3 e 6-4 em Valência.

O resultado garantiu uma vantagem de 2-0 para a Sérvia, depois de Laslo Djere ter derrotado Albert Ramos-Vinolas por 6-4 e 6-4 no primeiro jogo do Grupo C e de ter garantido um lugar nos oitavos de final em Málaga, que terão lugar em novembro.

"Estou nas nuvens, como se pode ver por tudo o que tem acontecido ultimamente no campo de ténis", afirmou Djokovic após a sua 13.ª vitória consecutiva.

"Jogar pela Sérvia, pelo meu país, é algo completamente diferente. É uma enorme responsabilidade e pressão, mas também um privilégio e uma honra incríveis, por isso estou muito contente por ter conseguido contribuir com um ponto crucial para a qualificação para Málaga", acrescentou.

"Obviamente, foi uma infelicidade para o público espanhol, que queria que a Espanha ganhasse, mas penso que estivemos muito bem... e agora vamos tentar, amanhã, contra a República Checa, conquistar o primeiro lugar do grupo", prometeu.

Djokovic e Davidovich Fokina encontram-se na rede antes do jogo
Reuters

Djokovic disse que estava totalmente empenhado em ajudar os campeões da Taça Davis de 2010 na sua busca por um segundo título na principal competição de equipas masculinas.

"Tudo aconteceu muito rapidamente em poucos dias e eu estava em alta com a vitória no US Open e a celebração em casa. Deixar a minha família nunca é fácil, mas vir para outra família - a minha equipa sérvia - dá-me a maior alegria", acrescentou.

"No início da época, disse que os Grand Slams e jogar pelo meu país eram as minhas prioridades. Quero contribuir o máximo que puder. Aqui estamos nós, o objetivo foi alcançado, estamos nos oitavos de final. Espero que possamos continuar na direção certa", explicou Djokovic.

Estatística final da partida
Flashscore