Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Halle: Hurkacz bateu Cobolli e seguiu em frente

Cobolli mostrou um bom lado, mas não o suficiente para Hurkacz
Cobolli mostrou um bom lado, mas não o suficiente para HurkaczProfimedia
No court principal de Halle, na Alemanha, Hubert Hurkacz esteve por vezes em vantagem, mas manteve a calma até ao fim. Foi o final de ambos os sets que foi particularmente emocionante, com Flavio Cobolli a defender três bolas de set e duas bolas de jogo, falhando a defesa no tie-break final do segundo set. Apesar de aventureiro, o polaco fez uma entrada bem sucedida nos courts de relva.

Reveja aqui as principais incidências da partida

Embora ambos já estejam bem estabelecidos no ranking ATP, o jogo da 1ª ronda de segunda-feira foi também o primeiro duelo entre ambos. Hubert Hurkacz (9.º ATP) parecia estar à altura do seu papel de favorito contra o jovem de 22 anos, com um serviço fechado no seu primeiro jogo.

Mais importante ainda, Flavio Cobolli (49.º ATP) não estava disposto a deixar o polaco ter uma palavra a dizer com o seu serviço. Como resultado, ambos estavam três jogos atrás após cinco minutos. Só no sexto jogo é que o jogador de Breslau chegou à vantagem no serviço do seu colega mais novo. Passou de 40-15 para 40-40 e, mesmo assim, o jogador de 27 anos salvou mais uma oportunidade e quebrou o italiano em 4:2.

As casas de apostas reagiram momentaneamente, alterando as probabilidades. Entretanto, o polaco - como se estivesse demasiado relaxado - teve problemas com o seu serviço e Cobolli afastou-se na primeira oportunidade. O favorito perdeu claramente o ritmo, os erros começaram a suceder-se e, com alguma dificuldade, chegou a 5-4. Entretanto, a devolução de Cobolli permitiu-lhe manter a pressão.

O polaco tentou contrariar as bolas do italiano no 10.º jogo, chegou mesmo a ganhar uma bola de set, mas Cobolli, impávido, colocou um break point e defendeu o serviço. Hurkacz marcou o sexto jogo com facilidade e voltou a tentar atacar. O seu rival estava irritado, o seu serviço começou a falhar e, após o jogo mais longo dessa parte do encontro, Hurkacz conseguiu uma vitória por 7-5, marcando os dois pontos decisivos debaixo da rede.

Ganhar apenas no tie-break

Apesar de Hubert Hurkacz ter sofrido a sua primeira dupla falta no início do segundo jogo, nos jogos seguintes ambos os jogadores brindaram o público com deliciosas trocas de bola, deixando de confiar na potência das suas pancadas e oferecendo mais finesse e um leque mais variado de medidas.

O equilíbrio falava invariavelmente a favor do jovem de 22 anos, que poucos esperavam que se batesse tão bem contra um especialista em jogos rápidos de serviço. Entretanto, nenhum dos tenistas ia "pestanejar" e, um a um, foram ganhando os seus jogos seguintes.

Mais uma vez, o momento da prova chegou no 12.º jogo e, mais uma vez, Cobolli viu-se em apuros. Uma dupla falta deu-lhe a bola do jogo, depois defendeu a segunda e chegou ao tie-break. No entanto, poucos são tão hábeis nos tie-breaks como o tenista polaco, que levou o jogo até ao fim sem perder um set. Hubert Hurkacz vai encontrar o seu rival na próxima ronda do torneio ATP em Halle, esta terça-feira.