ATP: Sinner aproxima-se de Carlos Alcaraz, Nuno Borges cai no ranking

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

ATP: Sinner aproxima-se de Carlos Alcaraz, Nuno Borges cai no ranking

Sinner depois do seu triunfo em Roterdão
Sinner depois do seu triunfo em RoterdãoČTK / imago sportfotodienst / Laurent Lairys
Na liderança continua Djokovic, que aumentou a sua vantagem sobre o espanhol. Sinner começa a aproximar-se, depois da vitória no Open da Austrália. Já o tenista português Nuno Borges caiu nove lugares no ranking mundial, para o 56.º, de acordo com a lista divulgada esta segunda-feira.

A diferença entre Carlos Alcaraz e Jannik Sinner, que ocupam a segunda e a terceira posição no ranking da ATP, diminuiu para apenas 535 pontos, com Novak Djokovic ainda em primeiro lugar.

Para além disso, não há alterações no Top 10 do ranking publicado esta segunda-feira, que vê aumentar a diferença entre o sérvio e o espanhol, agora separados por 1050 pontos.

O norueguês Casper Ruud ficou em 11.º lugar, à custa do grego Stefanos Tsitsipas. O russo Karen Khachanov, por seu lado, subiu ao 15.º lugar ao ultrapassar os americanos Frances Tiafoe e Ben Shelton.

O argentino Francisco Cerundolo, 20.º, voltou a entrar no Top-20 depois de subir duas posições. O seu compatriota Sebastian Baez, vencedor do torneio ATP 500 do Rio de Janeiro no domingo, alcançou a melhor classificação da sua carreira, subindo nove lugares para chegar ao 21.º lugar do mundo.

Nuno Borges, de 27 anos, continua a ser o número um nacional e o único representante português entre os 100 melhores tenistas do mundo, mas caiu da 47.º posição (apenas uma abaixo do melhor ranking da carreira) para a 56.ª.

O ranking da ATP
O ranking da ATPFlashscore