Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Novak Djokovic encabeça lista de inscritos no Open de Miami após cinco anos de paragem

Novak Djokovic possui um recorde conjunto de seis títulos no Miami Open
Novak Djokovic possui um recorde conjunto de seis títulos no Miami OpenReuters
Novak Djokovic (36 anos) vai regressar ao Open de Miami no próximo mês, após um hiato de cinco anos devido à Covid-19 e às restrições de viagem dos Estados Unidos, depois de ter sido incluído na lista de inscritos divulgada pelos organizadores do torneio esta quarta-feira.

O sérvio, número um do mundo, detém um recorde conjunto de seis títulos do Miami Open, mas não pôde sequer tentar aumentar esse número nos últimos anos, uma vez que os Estados Unidos não permitiram a entrada de estrangeiros não vacinados no país.

O atual campeão Daniil Medvedev e o finalista de 2023, Jannik Sinner, também estão na lista de inscritos, tendo este último vingado a derrota ao derrotar o russo na final do Open da Austrália, tornando-se o primeiro italiano a vencer um título do Grand Slam desde 1976.

Entre os outros nomes no campo masculino estão o espanhol Carlos Alcaraz, enquanto os americanos Taylor Fritz, Tommy Paul, Frances Tiafoe e Ben Shelton vão liderar a equipa da casa.

No lado feminino, Iga Swiatek, número um do mundo, vai procurar o segundo título do Miami Open, depois de ter triunfado em 2022, quando derrotou Naomi Osaka, quatro vezes vencedora do Grand Slam, na final.

A número dois mundial Aryna Sabalenka, que manteve o título do Open da Austrália este ano, sem perder um set, e as residentes da Florida, Coco Gauff, Jessica Pegula e Madison Keys, também são esperadas no campo feminino.

A atual campeã feminina, Petra Kvitova, não vai jogar este ano, depois de ter anunciado a sua gravidez no início do ano.

A edição deste ano do Miami Open está agendada para 17 a 31 de março.