Basquetebol: Benfica atropela Ovarense (84-52), Oliveirense trava líder Sporting (90-85)

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Basquetebol: Benfica atropela Ovarense (84-52), Oliveirense trava líder Sporting (90-85)
Atualizado
Ivan Almeida esteve em destaque na vitória das águias
Ivan Almeida esteve em destaque na vitória das águias
LPB
O Benfica venceu a Ovarense por 84-52, numa exibição convincente das águias que concederam apenas três pontos no terceiro período e aproximou-se do comboio da frente. A Oliveirense travou o líder Sporting ao vencer por 90-85, num grande jogo em Oliveira de Azeméis, marcado pelo equilíbrio, mas em que os unionistas souberam segurar a vantagem conseguida ao descanso. Nos restantes jogos da sétima jornada da Liga portuguesa de basquetebol, o Esgueira somou a primeira vitória ao bater facilmente o Galomar (84-74), o Portimonense ultrapassou o lanterna-vermelha Lusitânia (67-64) e o Póvoa venceu em Guimarães (74-83).

Benfica 84-52 Ovarense

Já com duas derrotas no campeonato, o Benfica somou o terceiro triunfo consecutivo ao receber e vencer a Ovarense, num encontro que dominou e tirou o pé do acelerador no último quarto.

Depois de vencer por seis pontos (23-17), o conjunto de Norberto Alves limitou os vareiros a nove pontos até ao intervalo e, no terceiro período, marcou 29 pontos e consentiu apenas três, colocando um improvável 71-29 no marcador.

Os encarnados tiraram o pé do acelerador até à buzina final (13-23), com destaque para os 16 pontos, 3 ressaltos e 4 assistências de Ivan Almeida, em 17 minutos.

Oliveirense 90-85 Sporting

O duelo de cartaz da sétima jornada opõs os oliveirense (5 vitórias e uma derrota - ante a Oliveirense, na última jornada), aos leões, atuais líderes (6 vitórias, 0 derrotas). 

E o jogo até começou bem para os lisboetas que, no final do primeiro período, venciam por 21-25. No segundo parcial, com muitos pontos apontados, os anfitriões remontaram com um parcial de 29-23, conseguindo uma vantagem de dois pontos ao intervalo.

Animada pelo público, a turma de João Figueiredo regressou dos balneários com a corda toda e conseguiu a maior vantagem do encontro (oito pontos), mas por outro lado a formação de Pedro Nuno mostrou resiliência ao manter-se sempre perto do resultado, apesar de ser cada vez mais difícil somar pontos, algo comprovado pelo parcial de 16-13. Ainda assim, com 66-60, o Sporting entrou para a fase decisiva ainda com hipóteses de recuperar.

Num último período de parada e resposta, o jogo manteve-se em aberto até aos últimos instantes. No entanto, a cerca de dois minutos do fim, com o marcador a assinalar 83-77, o Sporting falhou um triplo, defendeu bem e saiu para o ataque, onde Marcus Lovett Jr. perdeu a posse de bola. Na jogada seguinte, a Oliveirense rodou bem o esférico, deixou correr o tempo e André Bessa marcou um triplo que, praticamente, sentenciou o jogo.

Apesar de alguns sobressaltos nos últimos segundos, com erros de ambas as partes, a equipa da casa segurou a vitória e deixou tudo em aberto na liderança do campeonato. Apesar do erro fulcral, Lovett Jr. foi o melhor marcador do encontro, com 26 pontos e 5 assistências, enquanto do lado caseiro brilhou Wesley Washpun com 23 pontos, 8 ressaltos e 5 assistências.

Outros resultados:

Esgueira 84-74 Galomar

Vitória 74-83 CD Póvoa

Portimonense 67-64 Lusitânia