Continua a crise em Detroit: Pistons já levam 14 derrotas seguidas

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Continua a crise em Detroit: Pistons já levam 14 derrotas seguidas
Detroit somou mais uma derrota. Agora contra os Washington Wizards
Detroit somou mais uma derrota. Agora contra os Washington Wizards
Profimedia
Os Detroit Pistons preparam-se para somar a quinta época consecutiva sem marcar presença nos play-off da NBA. A equipa dos arredores de Nova Iorque está a fazer uma temporada para esquecer, ocupa o último lugar do grupo Este e o registo negativo deve mesmo obrigar a uma reformulação já a pensar na próxima época.

São já 14 jogos consecutivos sem vencer na NBA. É preciso recuar até 29 de outubro para encontrar a última vitória da formação de Detroit, quando derrotou os Chicago Bulls por um surpreendente resultado de 118-102. Foi o terceiro jogo da época e os Pistons conseguiram vencer, apesar dos 51 pontos de Zach LaVine, numa excelente prestação individual. A situação, no entanto, mudou radicalmente nos dois meses seguintes.

O início foi sensacional: duas vitórias em três jogos. De uma derrota apertada na abertura por 103-102 para os Miami Heat a uma vitória por 99-111 sobre os Charlotte Hornets no segundo jogo da época. Alec Burks e Cade Cunningham foram os principais responsáveis por esses resultados positivos, cada vez mais distantes no tempo. Uma situação que, no entanto, não é assim tão surpreendente, uma vez que a equipa de Detroit também terminou a última época da NBA no último lugar da Conferência Este.

A sequência negativa de Detroit
Flashscore

No encontro desta madrugada, contra os Washington Wizards, os Pistons tiveram boas hipóteses de sucesso até ao intervalo, altura em que perdiam por apenas três pontos. A partir daí, porém, a diferença entre os dois conjuntos aumentou para dois dígitos. Depois disso, foi tudo tranquilo para os visitantes, que puderam contar com Kyle Kuzma, muito perto de um triplo duplo (32 pontos, 12 ressaltos e oito assistências) e colocar um ponto final na própria série negativa, que era já de nove jogos sem vencer. No final, 107-126.

A época ainda há longa, mas há sinais de que Detroit venha mesmo a alcançar o histórico registo negativo dos Philadelphia 76ers. Em 2015 (começou no final de março e só terminou no início de dezembro), os 76ers passaram 28 jogos seguidos sem vencer.

Por isso, a formação de Detroit ainda tem margem para evitar essa marca, embora essa seja, nesta altura, a única motivação para uma campanha que promete ser, uma vez mais, uma desilusão. Os adeptos de Detroit não têm muito a que se agarrar, embora o jovem base Cade Cunningham continue a destacar-se dos restantes colegas de equipa.