NBA: Celtics varrem Pacers (102-105) e Neemias é o primeiro português numa final

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

NBA: Celtics varrem Pacers (102-105) e Neemias é o primeiro português numa final

Celtics ficam à espera de adversário na final da NBA
Celtics ficam à espera de adversário na final da NBAAFP
A equipa de Boston derrotou os Pacers na segunda-feira para selar o objetivo. Os Celtics, de Neemias Queta, estão pela segunda vez nos últimos três anos na disputa por um anel. O poste faz história ao tornar-se o primeiro português chegar ao jogo decisivo.

Indiana Pacers 102-105 Boston Celtics

Os Celtics, que representam a Conferência Este, vão disputar o ouro contra o vencedor das finais da Conferência Oeste, que aparenta ser a equipa dos Dallas Mavericks, que lidera por 3-0 frente aos Minnesota Timberwolves.

Jaylen Brown (29 pontos) e Jayson Tatum (26) lideraram o caminho em Indianápolis com outra reviravolta tardia contra uma equipa dos Pacers prejudicada pela ausência do seu líder, Tyrese Haliburton.

"Tínhamos de ganhar de qualquer maneira. Foi muito difícil. Eles não queriam desistir, mas encontrámos uma maneira", disse Tatum.

Brown, eleito o melhor jogador da eliminatória, ficou a um passado do título após a derrota de 2022 frente aos Golden State Warriors.

"Temos uma grande equipa e agora queremos levá-la para o próximo nível", disse Jaylen, que liderou a sua equipa na segunda parte com 19 pontos nesse período do encontro.

Indiana, a grande surpresa dos play-offs, resistiu à eliminação perante o seu público graças a Andrew Nembhard (24 pontos e 10 assistências) e Pascal Siakam (19 pontos e 10 ressaltos).

A equipa da casa entrou nos últimos seis minutos com uma vantagem de 98-90, mas, tal como noutros jogos da série, acabou por vacilar nos momentos decisivos.

O base Jrue Holiday (17 pontos), campeão em 2021 com os Bucks, e o poste dominicano Al Horford (7 pontos e oito ressaltos), que disputava a sua sexta final de conferência aos 37 anos, tiveram ações fundamentais na fase decisiva em ambos os lados da quadra.

"Eles não queriam que a série durasse mais tempo. Temos de lhes dar crédito", reconheceu o treinador dos anfitriões, Rick Carlisle.

"Ninguém gosta de perder quatro jogos seguidos, mas os meus jogadores não desistiram", disse o treinador, em reconhecimento de uma equipa que também foi finalista da primeira edição da Taça e que começou os play-offs como o sexto cabeça de série do Este.

As chances dos Pacers, que disputavam a sua primeira final de conferência em uma década, foram prejudicadas por uma lesão no tendão da perna sofrida no Jogo 2 por Haliburton, base All-Star.

Homenagem a Walton

Depois de terem sido a melhor equipa da época regular, os visitantes partem como favoritos à conquista do seu primeiro título desde 2008 nas finais, que começam a 6 de junho, com o regresso do lesionado Kristaps Porzingis.

Em caso de vitória, Boston somará 18 títulos e vai desfazer o atual empate com os Lakers como a franquia mais vencedora.

Antes do início do jogo, o público presente no Gainbridge Fieldhouse guardou um minuto de silêncio pelo falecimento, na segunda-feira, de Bill Walton, um dos maiores jogadores de basquetebol da história, que ganhou o seu segundo anel em 1986 com os Celtics.

Os Celtics de Joe Mazzulla começaram o jogo explorando o seu domínio dos lançamentos exteriores, convertendo quatro lançamentos de três pontos consecutivos para ganhar uma vantagem inicial.

Pelo lado do Indiana, a entrada de TJ McConnell do banco voltou a contribuir para diversificar o ataque, o melhor da NBA nesta temporada.

O base marcou um cesto em cima da buzina no primeiro quarto e Nembhard marcou outro pouco antes do intervalo para colocar a equipa da casa a um ponto de distância (57-58).

Dois triplos de Myles Turner no regresso dos balneários deram aos Pacers uma vantagem de 63-57 num jogo que estava a ganhar intensidade.

Turner e Jaylen receberam uma advertência técnica por se empurrarem a meio do terceiro período.

No meio do nervosismo caseiro, a equipa de Massachusetts foi-se afastando gradualmente e o jogo estava empatado no último minuto, quando Brown bloqueou Nembhard e Derrick White marcou o triplo da vitória a 45 segundos do fim.