Deivid, ex-Sporting, acredita no regresso de Jorge Jesus ao Flamengo: "É uma questão de tempo"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Deivid, ex-Sporting, acredita no regresso de Jorge Jesus ao Flamengo: "É uma questão de tempo"

Deivid, antigo avançado do Sporting e do Flamengo
Deivid, antigo avançado do Sporting e do FlamengoSporTV
Deivid, antigo avançado brasileiro, que passou pelo Sporting entre 2005 e 2006, e que representou o Flamengo entre 2010 e 2012, deu esta sexta-feira uma entrevista à ESPN Brasil, onde deixou claro que acredita num regresso de Jorge Jesus ao Mengão, onde venceu uma Libertadores e um Brasileirão, em 2019.

"Acho que isso vai acontecer. E acho que é um questão de tempo. Acho que o Flamengo não vai mandar o Vítor Pereira embora agora porque vai esperar pelo Jorge Jesus. É como eu vejo, não falei com ninguém. Acho que, para estabilizar, para acalmar a situação no Flamengo, é fazer regressar o Jesus ou o Dorival. Mas o Dorival, eles não vão dar o braço a torcer, era assinar um atestado de burrice. Então acho que o Jorge Jesus vai dar a calma necessária ao Flamengo", afirmou Deivid, agora com 43 anos.

Retirado do futebol profissional desde 2014, quando representou o Coritiba, Deivid comparou ainda o trabalho dos dois treinadores portugueses, destacando a parte tática.

"O Jorge Jesus esteve muito bem porque chegou ao Brasil, todo a gente estava naquela doença de jogar em 4-3-3, e ele colocou dois avançados, Gabigol e Bruno Henrique na frente. Fez uma bagunça organizada. Conseguiu encaixar a equipa e, quando encaixa, toda a gente joga bem. O mais difícil é quando nada encaixa, que é o que acontece agora no Flamengo. Não está a encaixar, logo ninguém consegue jogar bem", analisou Deivid.

"A bola sai da defesa no pé do Gerson, do Thiago Maia e não tem ninguém do meio-campo para a frente, porque não está encaixada. Com este treinador, ele gosta de rodar a equipa, o que não se compadece com a nossa cultura. Qual foi o mérito de Jorge Jesus? Pegou em 12, 13 jogadores e fizeram a época toda. Poucos se lesionaram, ele mostrou que dá para jogar com a equipa titular o ano todo", completou o antigo avançado do Sporting.