Lendas como Ronaldinho e Bebeto vão participar no evento Futebol Solidário

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Lendas como Ronaldinho e Bebeto vão participar no evento Futebol Solidário

Ronaldinho vai ser uma das figuras ilustres
Ronaldinho vai ser uma das figuras ilustresJAIME SALDARRIAGA / AFP
As antigas lendas do futebol brasileiro vão disputar um jogo de benificiência este domingo, no icónico Maracanã, no Rio de Janeiro, chamado Futebol Solidário, para ajudar as vítimas das inundações que afetaram o Rio Grande do Sul, no Brasil.

Os campeões mundiais Ronaldinho, Bebeto e Cafu terão a companhia de nomes como o ex-lateral Filipe Luís e a defesa Tamires Cássia, além do atual técnico da seleção brasileira, Dorival Júnior, e do treinador Mano Menezes, segundo lista divulgada pelos organizadores esta quarta-feira.

"Tivemos a oportunidade de levantar o troféu do Campeonato do Mundo, agora vamos levantar a taça da solidariedade", disse o lendário futebolista com passado no Milan, em declarações ao Globo Esporte.

Para além de outras estrelas do futebol, o jogo, que será disputado a partir das 15:00 locais (20:00 em Portugal), contará com a participação de vários artistas, incluindo os cantores locais Belo e Wesley Safadão, segundo a Globo, que está a promover a iniciativa.

"Quero convidar todo o povo brasileiro a participar nesta corrente de solidariedade para com os nossos irmãos e irmãs do Rio Grande do Sul. Precisamos do vosso apoio", disse Dorival num vídeo divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

As receitas da comercialização da transmissão televisiva e da venda de bilhetes (a partir de 5,53 euros) serão doadas a organizações de assistência às vítimas, acrescentou a Globo, que conta com o apoio da CBF, do Flamengo e da prefeitura do Rio.

Nas últimas semanas, o estado de Porto Alegre sofreu uma catástrofe climática sem precedentes, com áreas urbanas e rurais devastadas por rios que transbordaram devido às fortes chuvas.

Noventa por cento dos municípios foram afectados pelas águas. Mais de 160 pessoas morreram e 82 estão desaparecidas, de acordo com o balanço oficial.