A história inacabada de Griezmann e João Félix

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
A história inacabada de Griezmann e João Félix
Griezmann e João Félix quando ambos jogavam no Atlético
Griezmann e João Félix quando ambos jogavam no Atlético
Anadolu via AFP
Histórias cruzadas poderia ser o título de um desses documentários que estão na moda nas plataformas de streaming. Os protagonistas seriam Antoine Griezmann e João Félix e o filme poderia ser lançado já neste domingo, 3 de dezembro.

Houve um dia em que Griezmann sonhava em ser um blaugrana. A sua transferência foi um choque para o Atlético de Madrid porque o francês saiu, dando a entender que ia para um clube maior, onde poderia lutar por títulos de forma constante.

Griezmann era um aspirante a sentar-se à mesa de Cristiano Ronaldo e Leo Messi, mas no Barça, no entanto, só foi à mesa para dizer olá porque nunca chegou a esse nível. Sempre na sombra do argentino, o Principezinho acabou por regressar aos colchoneros numa majestosa operação económica para os vermelhos e brancos. Desde a venda por 120 milhões de euros dois anos antes até à sua recuperação por pouco mais de 20 milhões, mais quatro milhões em variáveis.

O gaulês é o canalizador do ataque do Atlético, o génio que sai da lâmpada de Simeone para conceber jogadas ofensivas que fazem tremer as defesas adversárias. E que melhor maneira de o fazer do que contra o Barcelona. 

O comparativo dos dois jogadores
Flashscore

Para motivar João Félix

É claro que não haverá ninguém com mais vontade do que João Félix. Desde que conseguiu deixar o Atlético para fugir de Cholo, o português não tem feito outra coisa senão demonstrar a sua falta de apego, para dizer o mínimo, ao que ainda é o seu clube. Fê-lo no Chelsea e, este verão, cantou em altos brados o seu amor pelo Barcelona, onde joga atualmente.

E aí, depois de ter recuperado o faro de golo contra o FC Porto, vai tentar vingar-se da sua antiga equipa. E, aliás, de alguns antigos companheiros de equipa, como o próprio Griezmann, que não falaram muito bem dele.

Relato em direto no site ou na app
Flashscore

Um envolvimento que é oposto no Barcelona, onde sonha ficar. Claro que isto é a longo prazo. A curto prazo, o sonho de João Félix é brilhar este domingo e, já agora, olhar para o banco que tem à sua frente.