Vinícius chega fresco ao duelo com o Manchester City após pausa de 14 dias

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Vinícius chega fresco ao duelo com o Manchester City após pausa de 14 dias

Vinicius, no jogo da época passada contra o Manchester City
Vinicius, no jogo da época passada contra o Manchester CityProfimedia
O brasileiro não joga desde o jogo entre Espanha e Brasil de 26 de março, que terminou com um empate 3-3 no Bernabéu. Contra o Osasuna, recebeu o quinto cartão amarelo na Liga e foi suspenso contra o Athletic, o que, juntamente com a pausa para a final da Taça do Rei, eleva para 14 o número de dias de paragem.

Assim, numa altura da época em que as competições se decidem e em que os minutos acumulados começam a pesar, Vinicius chega na melhor altura possível.

O Manchester City não é um adversário qualquer para Vini. Na época passada, abriu o marcador na primeira mão contra a equipa inglesa, embora tenha tido pouca influência no desfecho da eliminatória. De Bruyne empatou no Bernabéu e, na segunda mão, uma vitória por 4-0 dos Cityzens eliminou o Madrid da final.

As coisas eram melhores há duas épocas. Num jogo de loucos, participou na vitória dos ingleses por 4-3 no Etihad, que deixou a eliminatória em aberto para a segunda mão. No Bernabéu, na noite dos dois milagres de Rodrygo e do de Benzema, Vinicius fez a sua parte.

O brasileiro está completamente focado no jogo e foi por isso que encorajou os adeptos a irem de branco ao estádio há dois dias. Vinicius quer continuar a fazer história neste novo clássico do futebol mundial que é o Real Madrid-Manchester City.