Liga Europa: Águias somam três apuramentos e duas eliminações nos quartos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Liga Europa: Águias somam três apuramentos e duas eliminações nos quartos

Roger Schmidt com Kokçu no último dérbi
Roger Schmidt com Kokçu no último dérbiLUSA
O Benfica caiu na primeira e na última vez que disputou os quartos de final da Liga Europa, mas, pelo meio, conseguiu três apuramentos e, por isso, tem um balanço positivo nesta fase de prova.

Acompanhe as incidências da partida

Com a curiosidade de, nas cinco ocasiões, ter começado sempre com vitórias, o conjunto encarnado caiu perante o Liverpool (2009/10) e afastou sucessivamente PSV Eindhoven (2010/11), Newcastle (2012/13) e AZ Alkmaar (2013/14), antes de ser eliminado pelo Eintracht Frankfurt (2018/19).

A primeira presença aconteceu em 2009/10, a época de estreia da Liga Europa, sucessora da Taça UEFA, com o Benfica a superar em casa os reds por 2-1, na primeira mão, graças a um bis do paraguaio Óscar Cardozo.

O melhor marcador estrangeiro da história dos encarnados também faturou em Anfield Road, reduzindo, então, para 3-1, mas o conjunto luso acabou derrotado por 4-1, num jogo em que o espanhol Fernando Torres bisou.

Acompanhe o relato no site ou na app
Acompanhe o relato no site ou na appFlashscore

Um ano depois, o Benfica voltou aos quartos e desta vez seguiu em frente, face ao PSV, com um 4-1 em casa, selado com quatro golos argentinos, de Aimar, Salvio, que bisou, e Saviola, e um 2-2 em Eindhoven, onde o brasileiro Luisão e Cardozo anularam um perigoso 2-0.

Em 2011/12, o Benfica esteve nos quartos da Champions e, em 2012/13, voltou ao top 8 da Liga Europa, para bater o Newcastle.

Os ingleses marcaram primeiro na Luz, mas Rodrigo, Lima e Cardozo viraram para 3-1, e também se adiantaram em Newcastle, com novo tento de Papiss Cissé, mas as águias aguentaram-se e ainda empataram, aos 90+2 minutos, por Salvio.

Na época seguinte, os encarnados disputaram novamente os quartos e tiveram a eliminatória mais tranquila, ao baterem duas vezes o AZ Alkmaar, por 1-0 na Holanda (Salvio) e 2-0 na Luz (bis de Rodrigo).

Em 2012/13 e 2013/14, o Benfica chegou à final, mas perdeu a primeira para o Chelsea, por 2-1, culpa de um golo nos descontos, do sérvio Ivanovic (90+3 minutos), e a segunda para o Sevilha, nos penáltis (2-4), após 120 minutos sem golos.

A derradeira presença nos quartos da Liga Europa aconteceu em 2018/19, com o Benfica a começar com um 4-2 caseiro face ao Eintracht Frankfurt, com um hat-trick de João Félix, num jogo em poderia ter alcançado uma goleada histórica, face a uma equipa cedo reduzida a 10 unidades.

Os últimos duelos entre Marselha e Benfica
Os últimos duelos entre Marselha e BenficaFlashscore

Mas, os alemães saíram vivos da Luz e acabaram por dar a volta à eliminatória na Alemanha, com um triunfo por 2-0, selado pelo sérvio Kostic e por Rode, seguindo para as meias-finais devido aos golos apontados fora.

Na antecessora da Liga Europa, a Taça UEFA, o Benfica soma três presenças nos quartos, tendo afastado a Roma, em 1982/83 (2-1 na capital italiana e 1-1 em casa) e caído perante a Juventus, em 1992/93 (2-1 em casa e 0-3 em Turim), e o Espanyol, em 2006/07 (2-3 em Barcelona e 0-0 em casa).

A sexta presença do Benfica nos quartos de final da Liga Europa, face aos franceses do Marselha, começa a jogar-se na quinta-feira, pelas 20:00, no Estádio da Luz, em Lisboa.