Liga Europa: Benfica e Marselha fazem comunicado conjunto a pedir a presença de adeptos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Liga Europa: Benfica e Marselha fazem comunicado conjunto a pedir a presença de adeptos

Benfica e Marselha defrontam-se nos quartos de final da Liga Europa
Benfica e Marselha defrontam-se nos quartos de final da Liga EuropaAFP
Benfica e Marselha, rivais nos quartos de final da Liga Europa de futebol, apelaram este domingo às autoridades policiais de Portugal e França, num comunicado conjunto, que garantam a presença de adeptos de ambos os clubes nos dois jogos.

Siga as principais incidências da partida

Este comunicado acontece dois dias depois da comunicação social gaulesa ter indicado que a polícia local, da região de Bouches-du-Rhône, quer impedir a deslocação de adeptos e sócios ligados ao clube lisboeta para precaver episódios de violência entre as claques de Benfica e Marselha, no duelo decisivo da segunda mão, agendado para 18 de abril.

“O Benfica e o Marselha apelam às autoridades de ambos os países que garantam que os jogos dos quartos de final da Liga Europa sejam disputados na presença dos adeptos dos dois clubes, tanto na primeira mão, na quinta-feira, 11 de abril, no Estádio da Luz, como na segunda mão, no Vélodrome”, lê-se numa nota publicada no site oficial dos encarnados.

Na sexta-feira, a imprensa francesa acrescentou que os serviços secretos de França identificaram um grupo entre 200 a 300 adeptos do Benfica com historial violento e pertencentes a grupos radicais e violentos.

Por isso, a polícia prefere mesmo avançar com a proibição, já que, por experiências em outros jogos, os adeptos portugueses normalmente viajam e deslocam-se em pequenos grupos, dificultando a monitorização das forças de segurança.

Siga o relato no site ou na app
Siga o relato no site ou na appFlashscore

“Em conjunto com a UEFA e as autoridades, os dois clubes estão a trabalhar em estreita colaboração para cumprir todos os critérios e garantir os mais elevados padrões de organização em termos de segurança”, defende o emblema lisboeta.

O primeiro confronto será já na quinta-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa, seguindo-se a segunda mão uma semana depois, em solo francês.