Liga Europa: PSP garante reforço na cidade e maior atenção para evitar fãs do Marselha na Luz

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Liga Europa: PSP garante reforço na cidade e maior atenção para evitar fãs do Marselha na Luz

Benfica recebe Marselha na quinta-feira, para a Liga Europa
Benfica recebe Marselha na quinta-feira, para a Liga EuropaSL Benfica
A Polícia de Segurança Pública (PSP) revelou esta quarta-feira que o centro da cidade de Lisboa vai ser reforçado, face aos adeptos do Marselha que vinham assistir ao jogo da Liga Europa de futebol, diante do Benfica.

Siga as principais incidências

Em declarações à agência Lusa, o intendente da PSP Sérgio Soares revelou a existência de uma reunião com o clube lisboeta, na qual foi dada uma “sugestão tendo em conta o cenário”, com o Benfica a optar por anular os bilhetes adquiridos pelos fãs do emblema do sul de França para o jogo da primeira mão dos quartos de final da competição.

Contudo, perante a decisão tomada perto do dia do jogo, há muitos adeptos que se vão deslocar à capital portuguesa, com a PSP a assegurar uma “maior atenção e monitorização, de forma a evitar que adeptos do Marselha se desloquem para o Estádio (da Luz)".

“Teremos mais adeptos na cidade durante a hora do jogo que já tinham bilhetes, voos e hotéis reservados. Vamos reforçar as zonas de grande aglomeração, como o centro da cidade, a Praça do Comércio, o Rossio, a Praça da Figueira e as zonas de diversão noturna, como o Bairro Alto”, indicou.

Além do reforço nas zonas turísticas de Lisboa, a PSP está “em permanente contacto com a polícia francesa e a recolher informação sobre os adeptos (do Marselha)"

Siga o relato no site ou na app
Siga o relato no site ou na appFlashscore

Sobre a possibilidade de os franceses poderem tentar adquirir ingressos para as bancadas destinadas a adeptos encarnados, o intendente declarou que a PSP está atenta a essa possibilidade.

“Não vamos conseguir controlar a totalidade dessa situação, mas poderá vir a acontecer. Vamos tentar mitigar a oportunidade de adeptos franceses adquirirem bilhetes do Benfica, para evitar situações de desordem pública no recinto”, explicou.

Na terça-feira, o Benfica deu conta de que os adeptos encarnados e do Marselha vão ser impedidos de acompanhar as suas equipas nos jogos fora dos quartos de final da competição, respeitando a vontade das autoridades lusas e francesas.

Em comunicado, o Benfica revela ter sido notificado pelas autoridades gaulesas da proibição de adeptos seus no desafio da segunda mão, cenário que resultou em recomendação idêntica das forças policiais portuguesas quanto aos seguidores marselheses e que foi acatado pelos encarnados.

As forças da ordem francesas socorreram-se dos exemplos de comportamento incorreto dos adeptos benfiquistas em anteriores eliminatórias, nas visitas ao Inter e Real Sociedade, respetivamente em Milão e San Sebastian, para decretar que, entre 17 e 19 de abril, estes estão “interditos” de acederem ao estádio Vélodrome.

Face a esta decisão, o Benfica contactou novamente as forças da lei nacionais “que alertaram – em face desta decisão das autoridades gaulesas – para o elevado potencial de risco quanto à presença de adeptos do Marselha em Lisboa para o jogo desta quinta-feira”.

O jogo entre Benfica e Marselha está agendado para quinta-feira no Estádio da Luz, com início às 20:00, e terá arbitragem do inglês Michael Oliver.