Felipe teve possibilidade de voltar ao FC Porto: "Uma proposta muito boa"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Felipe teve possibilidade de voltar ao FC Porto: "Uma proposta muito boa"

Felipe terminou a carreira esta época
Felipe terminou a carreira esta épocaAFP
Felipe, defesa-central de 35 anos que vai deixar o Nottingham Forest para terminar a carreira, esteve perto de voltar ao FC Porto, confirmou o próprio em entrevista ao Globoesporte, do Brasil, no podcast Gringolândia.

Felipe deixou o FC Porto em 2018/19 para ingressar no Atlético Madrid, mas teve a possibilidade de regressar ao Estádio do Dragão, garantiu o internacional brasileiro, que revelou ter recusado essa e outras propostas para continuar a carreira, algo que anunciou em março, numa publicação nas redes sociais.

"Foram muitos clubes, no Brasil, Espanha, Portugal, Arábia... Tive bastantes propostas, mas como já estava uma loucura, estava num processo de anunciar a minha reforma, pensei em fazer essa publicação em respeito a todos os que me estavam a procurar", afirmou.

"Acho que mais por essa questão de não contarem comigo, porque a gente sabe que quando se é procurado por clubes, eles precisam de uma confirmação. Depois há aquela insistência, passam dois dias e o empresário está a ligar. Procurei fazer esse anúncio bastante antecipado e agradeço a todos os que me procuraram, porque é importante para nós", justificou.

O defesa-central chegou a ser associado ao FC Porto e confirmou essa proposta na entrevista ao podcast Gringolândia.

"No Brasil houve uns quatro ou cinco clubes que me procuraram. Em Portugal, o FC Porto, que teve uma proposta muito boa, portas abertas... e na Arábia, que era mais a parte financeira. Tive da Espanha também, de Inglaterra...", revelou.

Os números de Felipe
Os números de FelipeFlashscore

Por fim, o antigo jogador dos azuis e brancos destacou a passagem por Portugal.

"Recebi propostas de alguns outros outros países, mas optei por Portugal, porque também era uma porta de entrada muito boa. Isso ajudou-me bastante, um clube com uma estrutura gigantesca e uma grande história. E pela língua também, então isso facilitou bastante", disse.

"Na verdade, foi bastante fácil adaptar-me. No FC Porto foi onde fiz mais amigos, por quem tenho um carinho gigantesco. Converso sempre com eles, com Alex Telles, Vaná, Otávio, Hernâni, Maxi Pereira... Tenho muitos amigos no FC Porto", concluiu.