Maratona de Londres vai homenagear Kelvin Kiptum

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Maratona de Londres vai homenagear Kelvin Kiptum

Kiptum venceu a Maratona de Londres do ano passado
Kiptum venceu a Maratona de Londres do ano passadoAFP
Os organizadores da Maratona de Londres vão homenagear Kelvin Kiptum com 30 segundos de aplausos em homenagem ao queniano antes da corrida masculina de elite de domingo.

A morte de Kiptum, com apenas 24 anos de idade, num acidente de viação ocorrido em fevereiro, perto da sua casa em Eldoret, o centro de treinos a grande altitude no Vale do Rift, a oeste do Quénia, chocou o mundo do atletismo.

Venceu a Maratona de Londres do ano passado e, alguns meses mais tarde, tornou-se o primeiro homem a correr a maratona abaixo das duas horas e um minuto em Chicago.

Kiptum será recordado na Maratona deste fim de semana na capital inglesa, uma corrida que venceu em três ocasiões e com um tempo recorde de duas horas, um minuto e 25 segundos em 2023.

"Vamos prestar-lhe homenagem na linha de partida pelo que fez no incrível curto espaço de tempo em que esteve no nosso desporto", disse o diretor da Maratona de Londres, Hugh Brasher, na quarta-feira.

"Três vitórias em três eventos, foi o recordista do nosso percurso e depois tornou-se o recordista mundial em Chicago.

"Serão 30 segundos de aplausos. Queremos celebrar o homem. Será reproduzido um VT (vídeo tape) e faremos isto em conjunto com a BBC, em termos do que eles vão fazer."

Jim Ratcliffe, coproprietário do Manchester United, estará entre as personalidades que participarão na corrida de domingo. O bilionário britânico planeia depois fazer uma viagem rápida através de Londres até Wembley, onde o United vai defrontar o Coventry nas meias-finais da Taça de Inglaterra.

"Acho que o Jim provavelmente não precisa de muitos conselhos meus para correr a Maratona de Londres", disse Brasher: "Ele já fez sete Maratonas de Londres e isso são mais três do que eu"