Marc Márquez não exclui um futuro regresso à Honda

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Marc Márquez não exclui um futuro regresso à Honda
Marc Márquez com a Honda
Marc Márquez com a Honda
AFP
O piloto de Cervera, Marc Márquez, agora oficialmente membro da Gresini, despediu-se da equipa japonesa num evento realizado no circuito de Motegi, durante o Honda Thanks Day.

Seis títulos mundiais em 11 anos com a Honda, o que é um eufemismo, para dizer o mínimo. A marca deixada por Marc Márquez na equipa japonesa é indelével. Marc Márquez teve uma despedida em grande estilo no Japão. E o emotivo espanhol não fechou a porta a um possível regresso.

"A Honda ficará sempre no meu coração: espero voltar aqui um dia como piloto Honda. Estou feliz por estar aqui mais uma vez no Honda Thanks Day. Como sabem, este ano é muito especial para mim, pois a Honda e eu vamos seguir caminhos diferentes. No entanto, veremos se os nossos caminhos se voltam a cruzar no futuro", afirmou o piloto.

E Marc Márquez, uma vez mais, deixou-se amar.

"Para mim foi sempre um prazer fazer parte desta grande família. A Repsol Honda é a equipa da minha carreira, uma equipa composta por pessoas que nunca esquecerei. Como sabem, o meu objetivo é voltar a ganhar e por isso tive de encontrar a melhor solução para o conseguir, como sempre fiz na minha carreira. Em todo o caso, quem sabe o que o futuro nos reserva, talvez nos voltemos a encontrar. Não sei se este será o meu último Honda Thanks Day. Espero que não, espero regressar num futuro próximo como piloto Honda", repetiu.