Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

24 Horas de Le Mans: Ferrari conquista a sua segunda vitória consecutiva na prova

A Ferrari continua na liderança em Le Mans
A Ferrari continua na liderança em Le MansAFP
A Ferrari venceu as 24 Horas de Le Mans no final de uma 92-ª edição incrivelmente competitiva, este domingo, no Circuito de la Sarthe.

O nr.º 50 do italiano Antonio Fuoco, do espanhol Miguel Molina e do dinamarquês Nicklas Nielsen venceu à frente do nr.º. 7 Toyota e do outro Ferrari, o nr.º 51, que venceu no ano passado no mítico circuito.

O primeiro Porsche da classificação, o nr.º 6 que tinha assumido a liderança 24 horas antes, não conseguiu terminar ao pé do pódio. Terminou à frente do Toyota nr.º 8.

Os promotores da nova categoria de topo, Hypercars, lançada em 2021, podem congratular-se, uma vez que a densidade do pelotão permitiu uma corrida de 24 horas feroz: às 15:00 de domingo, nove carros terminaram na mesma volta, representando quatro dos nove construtores que participaram.

A intervenção dos carros de segurança durante a noite e a manhã - devido à chuva ou a acidentes - tornou muitas vezes obsoletas as distâncias entre os carros e lançou, de facto, uma nova corrida em cada recomeço. Isto explica o facto de as margens entre os protótipos mais rápidos serem tão pequenas.

Nas categorias inferiores, o Oreca nr.º 22 da equipa United Autosports venceu em LMP2 e o Porsche nr.º 91 da equipa Manthey Ema venceu em LMGT3, a categoria em que Valentino Rossi competiu pela primeira vez nas 24 Horas de Le Mans.

A lenda italiana do motociclismo teve de se retirar durante a noite, depois de o seu companheiro de equipa ter saído da pista ao volante do BMW, que estava no top-5 na altura.