Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

24 Horas de Le Mans: Valentino Rossi obrigado a retirar-se

Valentino Rossi em Le Mans
Valentino Rossi em Le MansDPPI via AFP
No final da sua prestação, o múltiplo campeão do mundo de Moto GP, que mudou para o desporto motorizado em 2023 e que estava a participar na lendária corrida pela primeira vez, garantiu: "Diverti-me apesar da pressão".

Valentino Rossi foi forçado a abandonar as 24 Horas de Le Mans esta noite depois de o seu companheiro de equipa ter saído da pista com o seu BMW. Pouco antes da uma hora, o omani Ahmad Al Harthy, que estava entre os cinco primeiros da classe inferior LMGT3, terminou a sua corrida na gravilha.

Incapaz de recomeçar, a equipa belga WRT teve de desistir. A desistência foi um rude golpe para Rossi, Al Harthy e o terceiro homem da equipa - o belga Maxime Martin - que ambicionavam um lugar no pódio no circuito de Sarthe.

O múltiplo campeão mundial de Moto GP, que mudou para o desporto motorizado em 2023, estava a participar nas 24 Horas de Le Mans pela primeira vez. O piloto pegou no volante pouco antes das 19:00 e, após a sua passagem, disse que "se divertiu apesar da pressão".

Na primeira categoria Hypercars, o Toyota n.º 8 lidera após treze horas de corrida neutralizadas por uma forte chuva a meio da noite, à frente do Porsche n.º 6 e do outro Toyota inscrito na categoria de elite, o n.º 7. O Ferrari n.º 83, que liderava há muito tempo, caiu para o 5.º lugar depois de receber uma penalização de 30 segundos por uma colisão com o BMW n.º 15.